Pin It
Home » Trilhas e Caminhadas em Petrópolis » Um rápido passeio à Cachoeira da Macumba


Como o tempo não estava lá essas coisas para caminhadas na montanha, com uma forte promessa de chuva para a parte da tarde, resolvemos ir conhecer a chamada Cachoeira da Macumba, uma bela queda d’água escondida na Mata Atlântica, a mais ou menos 13 quilômetros da entrada da estrada para Teresópolis em Itaipava.

Uma boa opção se você estiver em Petrópolis e quiser conhecer um local agradável e de fácil acesso.

A trilha

Mais uma vez encontramos nosso destino segundo as instruções do ótimo Guia de Trilhas de Petrópolis, do montanhista e fotógrafo Waldyr Neto.  Trilha fácil, com entrada óbvia no lado direito de quem sobe a estrada, e que vai margeando o rio, com aclive relativamente suave. Há lugar para deixar carro.

Trilha rápida e muito bem definida

Trilha rápida e muito bem definida


Axé misinfi

O motivo do nome da cachoeira não poderia ser mais óbvio. Devido ao fácil acesso e por reunir três reinos queridos das religiões afro-brasileiras, pedreira, mata e cachoeira, o local é bastante utilizado para oferendas e, imagino, para a realização de rituais religiosos. Então, não se assuste com a quantidade de restos de velas, potes, cuias, fitas e outras coisas que, infelizmente, poluem a parte baixa da trilha. Basta seguir seu caminho e respeitar as oferendas. Embora as pessoas tenham desrespeitado a mata ao deixarem tanto lixo por lá, isto não quer dizer que devamos desrespeitar ou vandalizar objetos da fé alheia.

Parte de baixo a queda superior da Cachoeira da Macumba.

Parte de baixo a queda superior da Cachoeira da Macumba.


Guarda florestal

Pouco depois de iniciarmos a subida, chegou uma viatura da guarda do PARNASO, que faz rondas periódicas por lá. Isso nos fez sentir mais seguros, pois como o local é deserto e no meio da estrada, estávamos (ou pelo menos eu estava) apreensivos em permanecer por lá sozinhos.

Ao que parece, o local é bastante frequentado no verão, por motivos óbvios. Mas não foi o caso nesse dia de inverno e não havia viva alma por lá, além de nós e dos guardas do parque.

Duas quedas

Mesmo com o pouco volume do inverno, as cachoeiras valem a visita. Há duas, uma em que a água escorre uniforme por um paredão e a outra, na parte superior.

Parte alta da Cachoeira da Macumba num dia de inverno com pouca água.

Parte alta da Cachoeira da Macumba num dia de inverno com pouca água.


Prato cheio para algumas fotos e ótimo local para relaxar e curtir o contato com a natureza. Pelo menos no inverno, sem ninguém por lá para fazer algazarra.

Parte baixa da Cachoeira da Macumba, Petropolis

Parte baixa da Cachoeira da Macumba, Petropolis


Plantas e bichos

Aproveite para apreciar a flora local, com algumas bromélias empoleiradas nas árvores, e os pássaros e as borboletas que passeiam por lá. E cuidado com eventuais aranhas;  demos de cara com duas delas, bem grandes, com suas teias fechando a passagem na entrada da trilha. Se você encontrar a mesma situação, não precisa matá-las. Se não der para contornar por outro caminho, use um graveto, que poderá  ser suficiente para move-la, com teia e tudo, para outro arbusto.

Há sempre muitas belezas na mata. Apreciá-las faz parte da caminhada

Há sempre muitas belezas na mata. Apreciá-las faz parte da caminhada


Quanto às bromélias e outras plantas, delas você só deve levar as fotos e a lembrança. Levar para casa plantas adaptadas à floresta é condená-las à morte e subtrair da floresta elos importantes para a sobrevivência de espécies vegetais e animais. Preserve!

Não deixe de conferir nossas dicas sobre cuidados que se deve ter em cachoeiras e rios.

Gostou do artigo? Dê um “curtir” e compartilhe com seus amigos!


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    Receba nossas atualizações por e-mail:



2 Responses to Um rápido passeio à Cachoeira da Macumba

  1. Claudineia disse:

    Como chegar de ônibus?

    • Camila Guerra disse:

      Olá,
      Pegue o ônibus de Petrópolis para Teresópolis (ou vice-versa) e desça no córrego Açuzinho. Ali perto tem uma pracinha. Se você pedir ao motorista talvez ele te indique onde descer.
      []’s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top