Pin It
Home » Viagens fora do Brasil » Bodega El Enemigo em Maipú – Mendoza, Argentina


Como o objetivo de nossa viagem para Mendoza era conhecer as bodegas da região, nossos quatro primeiros dias foram dedicados a elas. Conhecemos duas bodegas no primeiro dia e a primeira delas foi a El Enemigo.

Fachada da Bodega El Enemigo

Fachada da Bodega El Enemigo. Maipú, Mendoza, Argentina


Quando fiz contato com o Leonardo Harth (da Traslados Mendoza), que nos levou para conhecer as bodegas nesses quatro dias, ele sugeriu a El Enemigo e fez bastantes elogios ao enólogo e aos vinhos desta bodega. Aceitamos a sugestão dele e não nos arrependemos, valeu a pena. A El Enemigo é de propriedade de Alejando Vigil, que também é o enólogo chefe da famosa e premiadíssima Catena Zapata, bodega tradicional e premiadíssima de Mendoza, e Adrianna Catena, uma historiadora que, como o nome dela denuncia, tem suas raízes nos vinhedos.

Entrada do restaurante da bode El Enemigo

Entrada do restaurante da bode El Enemigo


O nome El Inimigo teve como inspiração a obra de Dante Aliguieri, com a representação de nossos medos internos que são nossos maiores inimigos na realização de nossos sonhos e do autoconhecimento.

Obras de arte compõem o cenário de entrada da bodega

Obras de arte compõem o cenário de entrada da bodega


Quando chegamos eles estavam colhendo azeitonas, outro produto bem explorado na região. Em quase todas as bodegas que visitamos havia oliveiras e elas estavam carregadinhas de azeitonas.

Azeitonas, outro produto muito explorado na região de Mendoza

Azeitonas, outro produto muito explorado na região de Mendoza


Nossa visita foi exclusiva e guiada pela Eugenia, uma jovem muito simpática que fala bem o português, como a grande maioria dos mendocinos envolvidos com o turismo. Isso se dá porque 80% dos turistas que visitam Mendoza são brasileiros. Voltando para a visita, Eugenia começou explicando (e mostrando) as características dos terrenos (terroirs ou terruños, como queira) na região de Maipú, onde está localizada a El Enemigo. O terreno é um fator de extrema importância na formação da uva e, claro, também do vinho, que herda as características do local onde a uva foi plantada.

Nesse corte do terreno a gente vê sua constituição

Nesse corte do terreno a gente vê a constituição dele


Atualmente a bodega El Enemigo compra de produtores da região as uvas que utiliza em seus vinhos, mas está se preparando para o plantio próprio.

Algumas vinhas da Bodega El Enemigo. Mendoza, Argentina

Algumas vinhas da Bodega El Enemigo. Mendoza, Argentina


Seguimos e nos deparamos com esses tanques ovais de cimento. Foi a primeira vez que vi deles. De acordo com nossa anfitriã, os tanques ovalados permitem uma melhor movimentação do material durante a maceração e a fermentação, dispensando interferência externa no processo de remontagem. Resumindo, as cascas e sólidos boiam durante o processo, tornando necessário mexer o conteúdo para misturar tudo, e essa configuração de tanque dispensa essa ação de mistura. Esse tanque dá mais corpo ao vinho branco, por exemplo.

Um dos tanques ovais, uma oliveira e um pé de alguém na escada. :)

Um dos tanques ovais, uma oliveira e um pé de alguém na escada. :)


Uma curiosidade desta bodega é que a El Enemigo seleciona, de tempos em tempos, um artista mendocino e expõe suas peças pela propriedade, o que a torna ainda mais exótica.

Peça de um artista mendocino

Peça de um artista mendocino


A caverna onde os vinhos são armazenados se chama Inferno que também se inspira em A Divina Comédia de Dante e busca simbolizar o inimigo que vive dentro de nós. Nada melhor para representar essa figura que o inferno, não?

O Inferno da Bodega El Enemigo, representando o inimigo que temos dentro de nós mesmos

O Inferno da Bodega El Enemigo, representando o inimigo que temos dentro de nós mesmos


Passamos pela área onde os barris ficam armazenados e Eugenia explicou que uma vez por mês eles experimentam o vinho para verificar como se encontra.

Caverna onde ficam os vinhos da El Enemigo

Caverna onde ficam os vinhos da El Enemigo

Mais um pouco da área subterrânea da El Enemigo

Mais um pouco da área subterrânea da El Enemigo


Visita feita, partimos para nossa primeira degustação em Mendoza. Eugenia nos ofereceu um cardápio com vários tipos de degustação disponíveis e seus acompanhamentos. Os preços variam de acordo com o pacote de vinhos que você escolhe experimentar. Nós escolhemos dois tipos diferentes: um com um Malbec, um Bonarda e um blend e outro com quatro Cabernet Francs com uvas de quatro regiões diferentes. Todos muito bons, mas voltamos para casa com um Malbec, que foi o que mais gostamos, apesar dessa bodega ser reconhecidíssima pelo Cabernet Franc que produz.

Nossa degustação com 7 vinhos

Nossa degustação com 7 vinhos


Em seguida serviram as melhores empanadas que comi em Mendoza, quiçá na vida, para acompanhar a degustação. Além delas, as tradicionais nozes, passas e amêndoas.

Empanadas, nozes, passas e amêndoas para acompanhar os vinhos. Varia dependendo da harmonização escolhida

Empanadas, nozes, passas e amêndoas para acompanhar os vinhos. Varia dependendo da harmonização escolhida


Eugenia explicou as características e fatos sobre cada um dos vinhos que escolhemos, respondeu às nossas perguntas e nos deixou à vontade.

Restaurante na bodega El Enemigo. No verão eles colocam mesas nos jardins também

Restaurante na bodega El Enemigo. No verão eles colocam mesas nos jardins também


O ambiente é bonito, aconchegante e aproveitamos para tirar algumas fotos enquanto curtíamos os vinhos.

Fazia frio lá fora, mas o restaurante estava quentinho e super agradável

Fazia frio lá fora, mas o restaurante estava quentinho e super agradável


A gente nem viu a hora passar e o Cristian, nosso motorista do dia enviado pelo Leonardo, chegou apressado para nos chamar. Já era hora de partir para visitar a bodega Trapiche, antiga e tradicional na região (da Trapiche falaremos em uma outra oportunidade).

Casa El Enemigo Vigil

Casa El Enemigo Vigil


A bodega El Enemigo é muito interessante. Pequena, aconchegante, bem transada e com ótimos vinhos. Sem contar que o trajeto para chegar até ela é lindo. Vale a pena visitá-la e curtir seus excelentes vinhos, especialmente os Malbecs e Cabernet Francs.

Linha de vinhos da El Enemigo: Cabernet Franc, Malbec, Bornarda, Cabernet Sauvignon, Chardonnay e blend

Linha de vinhos da El Enemigo: Cabernet Franc, Malbec, Bornarda, Cabernet Sauvignon, Chardonnay e blend


Gostou do artigo? Dê um curtir e compartilhe com seus amigos.

Gostou do artigo? Dê um curtir e compartilhe com seus amigos.

Leia outros posts sobre Mendoza:
RJ Viñedos em Luján de Cuyo – Mendoza, Argentina
Offroad pelas montanhas de Mendoza, Argentina. Um dia de Land Rover no sopé dos Andes
Cruzando a Alta Montanha pela Ruta 7 na Cordilheira dos Andes
Bodega Andeluna no Vale do Uco
Bodega Belasco de Baquedano com almoço harmonizado em Luján de Cuyo


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

      Receba nossas atualizações por e-mail:

 

 

Sugestão de leitura:

4 Responses to Bodega El Enemigo em Maipú – Mendoza, Argentina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top