Pin It
Home » Dicas, Roupas e Equipamentos » Vestuário de inverno: gorro


Vestir-se adequadamente é fundamental para você aproveitar bem suas viagens e os passeios. Seja no inverno, seja no verão, roupas erradas podem transformar suas férias em um pesadelo.

Já temos aqui um artigo sobre como se vestir na neve ou no frio intenso, e vou falar agora especificamente sobre os gorros, que são a “cereja do bolo” do vestuário de inverno.

Gorros para o inverno

Cada gorrinho tem sua finalidade específica

 

Sou fã de gorros. Eles são charmosos, úteis e compõem muito bem qualquer vestimenta de inverno. Além disso, nos salvam em situações extremas onde nosso corpo luta com unhas e dentes para manter um pouco do calorzinho que consegue produzir em situações de muito frio.

Mas o que há de tão especial sobre os gorros que eles mereceram um artigo só para eles? É que a minha falta de experiência me fez passar por apertos que talvez eu possa te ajudar a evitar. Vamos lá:

Qualquer gorro serve?

Desculpe mas, não. Aquele gorrinho lindo de lã que a sua mãe fez à mão, com ponto larguinho, que fica super bacaninha, não será suficiente para encarar temperaturas baixas ou muito vento. Use esses em climas mais amenos, para dar um charme a mais ao visual do dia.

Gorro de lã com ponto aberto

Os gorrinhos de lã com pontos largos podem ser bonitos, mas não protegem do frio intenso

 

Já experimentei os mais variados tipos e os gorros que mais me protegeram em situações extremas foram os de fleece, especialmente os de maior gramatura.

Com nossos gorrinhos de fleece quentinhos

Com nossos gorrinhos de fleece quentinhos nas montanhas de Pucón, Chile

 

Infelizmente perdi meu preferido no Chile, mas Marcos ainda tem o dele e usa em todas as nossas viagens e caminhadas no inverno. Depois de perder o meu gorrinho de fleece da Curtlo, comprei outros dois de fleece também dessa marca, mas nenhum deles tem a qualidade desse pretinho aí e do meu azulzinho perdido.

Gorro de fleece

Gorro de fleece do Marcos, velho de guerra

 

A lã nunca resolve?

Muitas vezes resolve sim, especialmente se o frio não for extremo, mas para as situações extremas, a lã pura deixa muito a desejar. No entanto, ela funciona muito bem quando há uma outra camada por baixo dela, isso porque os gorrinhos de lã deixam passar vento e frio pelos espaços das tramas, expulsando pela cabeça o calor que o corpo produz e comprometendo a finalidade do gorro. Já com uma primeira camada por baixo, a lã é perfeita.

Os gorrinhos forrados são os melhores

Os gorrinhos forrados são os melhores

 

Gorro para esquiar é diferente?

Não necessariamente e tudo depende do quanto você transpira. Se é do tipo de pessoa que transpira excessivamente, especialmente na cabeça, com qualquer movimento, talvez o gorro de lã simples sem a primeira camada em fleece ou outro material quente seja o ideal. Meu conselho é que, nesse caso, busque um que tenha as tramas bem fechadinhas.

Gorros sem forro

Gorros sem forro


O ideal é que o gorro não fique colado na parte de cima da cabeça, porque, se ficar dessa forma, ele não vai “guardar” ar quente e não vai desempenhar sua função como deveria. Compre um gorro que seja alto o suficiente para formar uma “bolsa” de ar isolante e te proteger melhor.

Outro fator importante a observar na hora de escolher o seu gorro é o peso (especialmente se ele tiver pompom) e o ajuste dele na sua cabeça. Parece uma observação óbvia demais, mas se o gorro for pesado e estiver largo, “dançando” na cabeça, e você for para um local de muito vento, é possível ele não fique no lugar ou caia da sua cabeça. Melhor evitar esse inconveniente e escolher um gorro que te abrace, te aqueça e não te largue mais. :o)

A troco de curiosidade, há muita especulação sobre a finalidade dos pompons que vão em cima dos gorros. Algumas teorias afirmam que não passam de acabamentos para os gorros tecidos à mão. Outras explicam que eles foram introduzidos para impedir que a pessoa batesse forte com a cabeça em locais apertados, tão comuns antigamente nas áreas muito frias. Não sei dizer com absoluta certeza a finalidade dos pompons, mas que eles são fofos, isso são, não é?

O Aconcágua é o pico nevado na ponta esquerda

Proteção no outono de Mendoza, nos Andes da Argentina

 

Fofurices à parte, lembre-se de que os pompons são um peso a mais e que os gorros que os ostentam devem ser ainda mais firmes para que não fiquem escorregando da sua cabeça.

Só o gorro basta?

Depende, né? Em muitas situações, o gorro não é suficiente. Especialmente nos locais onde há muito vento frio, recomendo abrigar-se em um casaco corta-vento e isso inclui usar o capuz por cima do gorro para trazer conforto também para o pescoço, além da cabeça. Nesses casos, os pompons atrapalham, use um gorro sem eles.

Gorro com forro + capa impermeável/corta vento na ventosa Ilha de Skye, Escócia.

Gorro com forro + capa corta-vento na ventosa Ilha de Skye, Escócia.

 

Não se esqueça de que uma das finalidades do gorro é a de proteger também as orelhas e, claro, os ouvidos. Portanto, quando for comprar seu gorrinho, veja se ele cumpre bem essa função.

Outra opção para aquecer a cabeça (e também o rosto, nesse caso) são as balaclavas e as toucas nesse estilo (semelhantes às usadas pelos ninjas), que não são nada bonitas, mas que podem ser uma boa solução, especialmente no inverno na montanha.

O importante é que você esteja bem preparado para enfrentar qualquer tipo de frio, seja na montanha, em viagem para uma cidade fria, na neve ou em qualquer outra situação gelada. E xô hipotermia!

 
 
 

Gostou do artigo? Curta e compartilhe com os seus amigos.

Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
No Instagram: @viagenseandancas (www.instagram.com/viagenseandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    • Receba nossas atualizações por e-mail:

One Response to Vestuário de inverno: gorro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top