Quem somos


O Viagens & Andanças não recebeu por nenhum de seus artigos sobre locais e marcas. Tudo o que você ler aqui no blog, produzimos por nossa livre e espontânea vontade. Se falamos bem de um local ou equipamento, é porque realmente gostamos dele. Nossa opinião é verdadeira, fique tranquilo! Aceitamos sim fazer post patrocinado, mas como não garantimos uma opinião positiva, ou seja, contamos para os nossos leitores o que realmente achamos do produto, nenhum fabricante até hoje aceitou o desafio. :)

Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/viagensandancas (@viagensandancas)
Curta no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

Camila Guerra - viagenseandancas.com.br

Camila Guerra

Fundadora: Camila Guerra

Após 13 anos trabalhando como secretária executiva em multinacionais, passei pela área de marketing e atualmente trabalho como tradutora autônoma e escritora de ficção e fantasia. Sou apaixonada por viagens, natureza, lugares lindos e interessantes. Gosto de tranquilidade, sossego e paz. Também sou apaixonada por fotografia e atualmente estou no nível “amadora curiosa”. Veja meu Flickr Viajei pouco até hoje, mas curti cada viagem e tirei delas o melhor que pude. Viajar e fotografia são paixões de infância!

Na cidade onde moro, faço trilhas sempre que posso com meu marido e alguns amigos. Caminhar pelas montanhas é um prazer e uma terapia. Portanto, caminho com tranquilidade, parando para fotos e para respirar o ar da montanha. Não pretendo cumprir tempos, bater recordes e muito menos andar apressada, perdendo a vista e os detalhes do trajeto. Meu objetivo é curtir e ter prazer nas minhas andanças por aí.

Sempre que arrumo um tempinho, gosto de planejar minhas viagens, ler sobre o local que vou visitar, pesquisar preços, encontrar dicas de outros viajantes. Daí surgiu a idéia de fazer esse blog.

Para você que planeja ir a algum dos lugares que já fomos, colocamos aqui nossas percepções e experiências para que com elas, você planeje melhor e viaje melhor.

Você também econtrará aqui um tópico sobre avaliações de roupas e equipamentos para quem pretende comprar os materiais que temos, mas tem dúvidas sobre qualidade, conforto, etc.

Enfim, espero que esse pequeno espaço traga informações úteis para você que planeja uma viagem ou uma trilha para qualquer um dos locais que já visitamos!

Marcos J Pinto

Marcos J Pinto

Colaborador: Marcos Pinto

Desde criança sempre gostei muito de caminhadas, especialmente em matas em montanhas, e essa paixão ganhou ainda mais força quando somada à de Camila, minha companheira em viagens por aí e andanças pelas matas e montanhas. A criação do blog acabou sendo uma consequência natural. Nessa época de compartilhamento e redes sociais, não cabe mais guardar só para nós as experiências e o aprendizado que colhemos pelo caminho.

Minha vivência online é antiga, data da época dos BBS, pré Internet. Na chegada da Internet, publiquei com recursos próprios o terceiro website sobre uma cidade brasileira, o primeiro de Petrópolis. Era a Petrópolis Home Page, lá pelos idos de 1994. Mais tarde, juntei-me a alguns amigos e criei uma revista mensal online, com artigos focados na cidade de Petrópolis, que batizei de Petrópolis Online. Tempos passados, ambas extintas (ainda há alguma coisa disponível online, reminiscências daqueles passos iniciais de idealismo).

Depois disso publiquei artigos técnicos em revistas especializadas em Internet (lembram da Internet World, da Mantel?) e, mais tarde, publiquei alguns livros técnicos e didáticos na área de Informática. Um deles foi o primeiro livro sobre BLOGS a ser publicado no Brasil: “BLOGS – Seja um Editor na Era Digital”. Nessa época, em 2002, eu já previa que esse negócio de blogueiro ainda viraria profissão.

Falando em profissão, sou analista de sistemas por formação e profissão, com formação também em letras e um vasto currículo em tradução e interpretação, com 35 livros traduzidos e algumas centenas de horas de cabines de simultânea. Atualmente tenho um portal de cursos online: www.aulamaster.com.br. Combinação incomum, não?

Agora, escrever sobre nossas viagens e andanças, pelo Brasil e pelo mundo, é a consequência natural. E vamos mostrando aqui nossos relatos, experiências, sufocos e dicas. Veja meu Flickr

Aproveite, caminhe bastante pelas nossas página e, se der vontade, entre em contato conosco. Será um prazer respondê-lo.

Boa viagem! E obrigado pela visita.

O Viagens e Andanças é membro:

Blogs de ViagemRede Brasileira de Blogueiros de Viagem




Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    Receba nossas atualizações por e-mail:



19 Responses to Quem somos

  1. Antonio disse:

    Prezados, bom dia!

    Conhecem trilhas para fazer com cachorro?
    Procuro em Petropolis.

    Obrigado.
    Att.

    • Camila Guerra disse:

      Oi, Antonio!
      Há várias trilhas relativamente simples em Petrópolis que você pode levar o cachorro. Entre elas: Castelinho, Pedra do Quitandinha, Cobiçado, Pedra do Cortiço, Pinheirinho etc. A Pedra do Retiro, por exemplo, também dá, mas há um trecho de trepa-pedra em que você terá que ajudar o cachorro a vencê-la. Ou seja, se ele for grande e pesado, pode ser que você tenha dificuldade.
      Tenho certeza que você sabe disso, mas não custa deixar algumas recomendações registradas para que outras pessoas também vejam:
      – Não deixe sujeira nas trilhas
      – Leve água para o cãozinho
      – Mantenha-o na coleira, especialmente em trechos perigosos e perto de pessoas desconhecidas.
      – Se o cão não for tranquilo, não leve.
      []’s

  2. Tatiana disse:

    Bom dia !!!
    Eu amei a sinceridade,diante de tanta ansiedade na hora de um passeio,muitas situações acontecem e,o tempo (horário) ,torna se o nosso maior inimigo.Com seu relato é possível reservar os melhores passeios.
    Parabéns!!! Sou de Campos dos Goytacazes RJ.

  3. Laura Oliveira disse:

    Oi Camila!

    Tudo bem?

    Acabei de ler seu relato sobre o MBA em Ohio e fiquei muito feliz em saber mais um pouquinho do curso. Pretendo ir no final do ano (e faco exatamente o mesmo curso que voce fez) e gostaria de saber um pouco mais, sera que voce podia me ajudar por favor?
    – Voce sabe se tem possibilidade da gente aproveitar a viagem e fazer mais algum curso de curta duracao na universidade?
    – Quem reserva o hotel eh a FGV?
    – Voce sabe o que mais tem para fazer por perto para ficar mais uns dias depois do curso?

    Muito obrigada!!!!

    • Camila Guerra disse:

      Oi, Laura!
      Na época que fui a universidade estava meio “vazia”. Quero dizer, muita gente estava de férias. Aacredito que, dependendo da época que você for, poderá fazer outros cursos sim. Melhor perguntar pro pessoal da FGV que coordena o curso lá.
      FGV reserva hotel. Ficamos no OU Inn. Muito bom!
      A cidade de Athens é super universitária. Tem muitos bares, cafés, bibliotecas… enfim, a Ohio University é um mundo. Na época não pesquisei sobre o que fazer pois não teria tempo, mas dê uma olhadinha aqui: http://www.athensohio.com/whattodo/
      Te aconselho a alugar um carro se for ficar mais tempo. Você vai ver que algumas coisas ficam bem longe da Univesidade. Tipo: Walmart, fast food e coisas do gênero. E taxi lá era raro e muito caro.
      []’s

  4. Gil disse:

    Blog muito bom, praticamente tudo que tem é interessante de ler… A maioria com riqueza de detalhes, gostei muito. Meus parabéns.

  5. ROSANGELA disse:

    BOA TARDE!
    ADOREI TUDO Q LI, PRINCIPALMENTE SOBRE GRAMADO. ESTAREI LÁ EM AGOSTO. SE TIVER MAIS DICAS, POR FAVOR, ENVIE P MIM.
    UM ABRAÇO, ROSANGELA

  6. Janaina Moebus disse:

    Olá, tenho vontade de fazer este tipo de passeio. Gosto de cam,inhar na cidade, mas tenho muito interesse em fazer algo diferente. Vcs fazem caminhadas em grupo?!! Vão fazer neste feriado?

    • Camila Guerra disse:

      Olá Janaína!
      Geralmente não programamos caminhadas em grupo e não temos nada programado para o feriado.
      Mas se você tem mesmo interesse na atividade, o melhor seria começar pelo CEP (Centro Excursionista Petropolitano). Eles promovem caminhadas em grupo. Entre em contato com eles para saber a programação: Rua Irmãos D’angelo, 39 sobreloja 05, Petrópolis. Telefone (24) 2231-9557.
      []’s

  7. Carlos disse:

    Olà! Também sou petropolitano (voluntariamente exilado) e gostei muito de ver suas análises dos locais da cidade e outros destinos, tudo de forma bastante prática e direta. Espero ainda muitas e muitas viagens para vocês (compartilhadas conosco, claro!!!) Parabéns pelo site!

  8. Jose Roberto disse:

    Ola, parabens pelo site. Pretendo fazer o Caminho do Sol. Notei que voces citam materiais e não marcas, como sou leigo , se possivel, gostaria de saber a marca e onde encontrar as meias e calçados (tenis ou bota? o que seria melhor) para “tentar” evitar as bolhas. grato

    • Camila Guerra disse:

      Olá José Roberto,
      Obrigada!
      Eu sempre prefiro botas por elas serem mais eficientes na hora de evitar uma torção e de proteger o tornozelo contra picadas de bichos peçonhentos.
      Embora o Caminho do Sol não seja feito em montanha ou terreno acidentado, o cansaço também ajuda a provocar torções. Você vai andar cerca de 230 quilômetros…
      Então, tênis ou bota? Vai muito do seu perfil. Mas se for optar por tênis, procure um que te dê bastante firmeza nos pés. Algumas pessoas não se adaptam a botas. Outras não se adaptam a tênis para caminhar.
      Atualmente não tenho tênis específico para caminhada, mas já tive um Bull Terrier e achei muito ruim. Tem no mercado nacional algumas marcas específicas como Salomon, Lafuma, Hi-Tech, etc que o pessoal elogia bastante.
      Quanto a botas, eu tenho uma Bull Terrier que é confortável e uma Asolo que é muito boa em terrenos acidentados. As marcas que citei para tênis também produzem botas. Fora isso tem outras como Columbia, Snake, Vento… as marcas são muitas e há quem goste e quem desgoste de cada uma delas. Se você olhar no Fórum Mochileiros.com, vai achar muita informação a respeito de marcas específicas tanto de calçados quanto de meias. Relatos bons e ruins…
      Sobre meias, tenho boa experiência com as Lorpen e com as Fox River que são as que mais uso. Tenho também Columbia, Darn Tough, Smartwool…
      O importante é que compre meias com 0% de algodão. É o maior bem que você vai fazer para seus pés.
      Tanto calçado quanto meias você encontra online em sites específicos. Mas o calçado acho ideal você experimentar. Em lojas de montanhismo você encontra maior variedade de calçados e meias. Há várias lojas físicas voltadas para montanha e esportes de aventura, especialmente nas grandes cidades.
      []’s

  9. aderbal filho disse:

    Parabéns pela iniciativa, muito legal a ideia, tenho certeza que renderá bons fruto!

  10. robson ribeiro disse:

    onde posso praticar montanhismo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top