Pin It
Home » Viagens no Brasil » Usina Itaipu Binacional, Foz do Iguaçu


Itaipu, Foz do Iguaçu

Itaipu, Foz do Iguaçu

Este artigo faz parte de uma série de artigos sobre a cidade de Foz do Iguaçu (incluindo as Cataratas Argentinas), que visitamos em abril de 2012.

Chegamos na cidade na sexta feira à tarde e os planos eram de visitar o Templo Budista e, em seguida, partir para Itaipu, onde faríamos o circuito especial e logo depois o Polo Astronômico.

Bem, o vôo atrasou e o Templo Budista teve que ficar para depois.

Fizemos check in no hotel Continental Inn e fomos correndo almoçar no shopping Cataratas JL, perto do hotel. Dali pegamos um taxi até Itaipu, pagamos R$ 30,00.
Eu já conhecia a usina pois a visitei havia mais de 20 anos com uma excursão de escola. Me lembrava de algumas coisas, mas vagamente. Uma das lembranças mais fortes era o vertedouro, que naquela ocasião demos sorte de pegar aberto. Meu marido estava indo pela primeira vez.

Itaipu

Itaipu

Infelizmente dessa vez o vertedouro estava fechado, pois só fica aberto quando o nível do lago está alto. Perdemos esse show, mas não tirou a grandeza de Itaipu.

Vertedouro de Itaipu fechado

Vertedouro de Itaipu fechado

Havíamos comprado os bilhetes online, pelo site de Itaipu, pensando que adiantaria o processo e também com medo de chegar na hora e não ter mais vaga para as visitas no horário que eu queria. Mas não achei vantagem.  Tivemos que passar pelo guichê do mesmo jeito e não estava lotado. Antes de decidir pela compra online, eu havia feito reserva por e-mail (veja no site deles). Funciona também. Se você for em alta temporada, aconselho pelo menos reservar.

Há uma pequena lanchonete ao lado dos guichês.

A usina tem seus próprios ônibus, que levam os grupos para a visita. No ônibus tem água à vontade e os guias bilingues vão explicando tudo detalhadamente em português e espanhol ou inglês, de acordo com o país de origem dos visitantes.

ônibus de Itaipu no circuito especial

ônibus de Itaipu no circuito especial

Antes de entrar no ônibus, o guia nos leva a um local com armários chaveados para deixarmos nossas bolsas, pois não é permitido entrar na usina com nada além de câmeras fotográficas.

Nas margens das estradas dentro de Itaipu, vemos MUITAS capivaras se alimentando calmamente. Familias inteiras delas.

A visita começa pelo mirante do vertedouro mas o ônibus que estávamos não parou nesse mirante, pois o vertedouro estava fechado. Paramos no segundo mirante, de onde se vê o canal que escavaram na construção da usina.

Em seguida é a vez da parada no lago de Itaipu. Vale muitas fotos pois o local é muito bonito.

Lago de Itaipu

Lago de Itaipu

Escolhi pegar o último horário das 16h e foi muito, bom pois pegamos o fim do dia com o sol se pondo, o que nos rendeu boas fotos.

Pôr do sol em Itaipú

Pôr do sol em Itaipu

Fizemos o circuito especial, que é o mais caro mas muito bacana. No especial você visita a parte interna da usina e vê as turbinas de perto, em funcionamento.

Uma das turbinas de Itaipu

Eixo de uma das turbinas de Itaipu

Quando chegamos perto dos dutos, o guia explicou que aquele mundo de água está atrás da parede onde paramos. O tamanho dos dutos impressiona e tocando-os podemos sentir a vibração da água que passa apressada por ali.

Dutos de água, Itaipu

Dutos de água, Itaipu

Depois de muitas fotos e algumas explicações, vamos com o guia para a parte interna da usina onde ficam as turbinas e o controle. Ali, apontando em um mapa, ele explica o funcionamento da usina e indica os locais por onde já passamos e os locais onde estamos. É interessante.

O circuito especial tem 2 horas de duração. A diferença entre esse e o panorâmico é que na visita panorâmica você só vê a usina por fora. É mais barato e mais rápido, mas eu recomendo o especial para quem nunca foi e tem interesse em conhecer.

Comando da Usina

Comando da Usina

Em Itaipu é possível fazer outros passeios e ficamos por lá mesmo esperando dar a hora da nossa visita ao Polo Astronômico, que fica dentro do Parque Tecnológico de Itaipu mesmo.

A visita ao Pólo, no mesmo dia, terminou por volta das 21h e achamos ruim o transporte dali para o hotel. Tem um ponto de ônibus em frente e é bem movimentado, mas estávamos cansados e queríamos ir direto para o hotel sem ter que fazer baldeação, então ligamos para um taxista que foi nos buscar. Mais R$ 30,00. Enquanto isso, esperamos na calçada.

Conclusão:

– A visita especial é interessante, vale a pena. Mas se você não gosta do assunto, não vá. No máximo faça a visita panorâmica.

– Se for em feriado, entre em contato com Itaipu e agende sua visita

– Se pretende voltar para o hotel à noite de taxi, agende com um pois não existe ponto de taxi ali por perto

– Quando for para Itaipu, leve somente o essencial, se possível. Eles possuem armários chaveados para deixar suas coisas, mas são armários relativamente pequenos.

– Crianças ficarão entendiadas e sem sossego em Itaipu, a não ser que sejam muito tranquilas e obedientes.

Veja mais fotos desse passeio na página do Viagens e Andanças no Facebook.

Veja nossos outros artigos sobre a viagem a Foz do Iguaçu
Foz do Iguaçu, post índice
Polo Astronômico de Itaipu
Parque das Aves
Cataratas em Foz do Iguaçu
Cataratas do Iguazu, Argentina
Hotel Continental Inn, Foz do Iguaçu

Gostou do artigo? Dê um “curtir” e compartilhe com seus amigos!


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    Receba nossas atualizações por e-mail:



4 Responses to Usina Itaipu Binacional, Foz do Iguaçu

  1. João Gabriel disse:

    Gostei muito das informações. Visitaremos (eu, esposa e filho) Itaipu e Foz nas próximas semanas. As informações foram de grande valia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top