Foz do Iguaçu, PR

on jun 11, 12 • by • with 1 Comment

Pin It
Home » Viagens no Brasil » Foz do Iguaçu, PR


Cataratas com bastante água, e portanto, barrenta

Cataratas do Iguçu

No feriado de 01 de maio de 2012, nosso destino foi Foz do iguaçu. Chegamos na cidade na sexta-feira antes da muvuca e retornamos na segunda-feira, também antes da correria do final de feriado, que acabava na terça feira.

Chegamos animados mas apreensivos com o tempo, pois a previsão não era das melhores. Nosso plano era visitar o Templo Budista naquela tarde e depois seguir para Itaipu para a visita especial e o polo Astronômico. Fomos de Webjet e o vôo demorou uma eternidade para sair do Galeão com destino a Foz do Iguaçu. Com esse atraso todo, infelizmente não sobrou tempo para visitar o Templo Budista. Fizemos chek-in no hotel Continental Inn e partimos para o shopping Cataratas JL, que é bem perto do hotel,  para almoçar. Como nosso tempo era curtíssimo, fomos direto ao McDonald’s, que carrega a bandeira de “fast food”. Pois aquele, sem dúvida, deveria ganhar o selo de “slow food”. Vazio, sem fila e demoroooou!

Comida no papinho, pé no caminho! Pegamos um taxi ali mesmo no shopping e partimos para Itaipu. Nossa visita à usina de Itaipu foi às 16h, último horário, o que nos proporcionou um belo visual do sol se pondo.

Globo usado para explicações no polo Astronômico de Itaipu

Globo usado para explicações no polo Astronômico de Itaipu

A visita ao Polo Astronomico teve início às 19h e acabou um pouco tarde, depois das 21h. É ruim pegar taxi essa hora por ali pois não tem ponto de taxi perto. Nossa sorte é que havíamos ficado com o número do celular do taxista que nos levou; ele mesmo foi nos buscar. Bem em frente existe um ponto de ônibus e, dependendo do horário, fica bastante gente aguardando o próximo coletivo.

Cataratas do Iguaçu

Cataratas do Iguaçu







Dia seguinte acordamos cedo, pois visitaríamos as Cataratas do Iguaçu, lado brasileiro. Veja nosso relato sobre as Cataratas brasileiras. O tempo estava muito ruim, chovia demais e nossa visita foi rápida. Almoçamos no parque mesmo, no restaurante Porto Canoas. O buffet do Porto Canoas é livre, sem pesagem, mas mesmo assim, caro.

Voltamos e paramos no shopping Cataratas JL para comprar lanches para o dia seguinte. Ali no shopping tem um mercado Muffato, bastante bom para se abastecer com água, biscoitos e coisas do gênero.

Aproveitamos para fazer o câmbio ali no shopping mesmo e compramos peso a R$ 0,42.

Ainda no shopping tomamos um Chai Latté no Stratto Caffe para afastar o frio. É um chá indiano que leva leite, chá, canela, gengibre, mel e especiarias. Muito gostoso, mas eu abusaria mais da canela e do gengibre para disfarçar mais um pouco o gosto do leite.

Passamos pela Mesquita Muçulmana mas estava fechada, pois aos sábados fica aberto somente até às 11h. Tiramos umas fotos externas e retornamos ao hotel. Chovia muito e desistimos de tentar qualquer passeio.

Chai Latté do Stratto Caffé

Chai Latté do Stratto Caffé

Mesquita Muçulmada em Foz do Iguaçu

Mesquita Muçulmana em Foz do Iguaçu












À noite fomos no Duty Free da Argentina. É bem pertinho de Foz do Iguaçu. Fomos de van gratuita, que nos buscou no hotel. Marcamos no próprio hotel, mas não são todos que oferecem esse serviço. Na imigração nem precisamos sair da van, o motorista pegou nossos documentos e levou para dar entrada. Tudo muito rápido.

No Duty Free não achei muita vantagem em preços, somente em bebidas e perfumes. Olhei óculos, tênis e eletrônicos e não vi diferença significativa de preços se comparados aos praticados no Brasil. Pagamos um bom preço numa bolsa Lowepro muito boa para a câmera e no chocolate After Eight.

o Duty Free estava LOTADO! Foi ruim caminhar por lá e as filas dos caixas davam voltas.

A van dá cerca de 2 horas para fazermos as compras. Se no horário marcado você não estiver no local combinado, o motorista te deixa para trás e aí, a solução é voltar de taxi. Caro, pois é um pouco longe.

Quando retornamos do Duty Free, jantamos no hotel.

Parque Nacional Iguazu, Argentina

Parque Nacional Iguazu, Argentina

Duty Free Argentina

Duty Free Argentina













Domingo foi dia de irmos de ônibus para o lado argentino das Cataratas. O dia estava bem melhor, sem chuva e, por isso, o parque estava lotado. Mas foi perfeito e adoramos o passeio. As Catarats argentinas são lindas, é imperdível! Veja nosso relato sobre a visita às Cataratas argentinas.
Nesse dia jantamos na churrascaria Búfalo Branco. Eles buscam os clientes nos hotéis e os levam de volta quando terminam o jantar. Gostamos muito. O buffet é muito bom, bem servido e a carne também é muito boa. Mas gostei mesmo foi da caipirinha deles e do ambiente bem tranquilo. No preço estão incluídos também o buffet de massas, saladas e pratos diversos e o de sobremesas. As bebidas são pagas à parte. Ouvi dizer que não recebem grupos numerosos. Preço? Bem, depende do padrão de comparação. Nós achamos que valeu o que pagamos.


Segunda feira estávamos bem cansados e era dia de voltar para casa. Fomos visitar o Parque das Aves e adoramos! É um prato cheio para quem gosta de fotografia, dá pra brincar bastante com a câmera. Veja nosso relato sobre o Parque das Aves.

Tucano no Parque das Aves

Tucano no Parque das Aves

Depois do Parque das Aves queríamos visitar o Templo Budista mas, infelizmente, não abre às segundas. Voltamos ao hotel, fizemos check-out e deixamos nossa mala guardada lá para podermos almoçar no shopping Cataratas JL. No shopping, vi três restaurantes que vendem comida por quilo. Um é de comida mineira a R$ 33,70 o quilo. Almoçamos no Griffe Gourmet por R$ 27,90 o quilo. Comida simples, sem muita variedade, mas uma boa opção para se gastar pouco.

Não fomos ao Paraguai por causa do pouco tempo, da muvuca do feriado e por não estarmos, nessa viagem, interessados em compras.

Chegamos cedo no aeroporto, passamos a bagagem pelo raio x da Polícia Federal e fizemos o check in. O aeroporto de Foz é bem pequeno e imagino que fique muito confuso nos dias de muito movimento. Dizem que é comum eles pedirem para abrir as malas para verificação alfandegária.

Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu

Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu

No geral, achamos fácil andar de ônibus por lá, a comida não é muito barata e nem o taxi. Bem típico de uma cidade essencialmente turística.

Não aconselho ir em feriado como nós fizemos. Fica tudo lotado demais.

Foz do iguaçu é uma cidade com muitas atrações, além, é claro, da Argentina e do Paraguai.

Por isso, achamos que para explorar bem tudo, o ideal para a viagem seria uma semana. Nós fomos numa sexta e voltamos numa segunda-feira. Perdemos muitas coisas e a chuva ajudou a bagunçar nosso roteiro mas, mesmo assim, foi muito bom!

Veja nossos outros artigos sobre a viagem a Foz do Iguaçu:
Polo Astronômico de Itaipu
Usina de Itaipu
Parque das Aves
Cataratas em Foz do Iguaçu
Cataratas do Iguazu, Argentina
Hotel Continental Inn, Foz do Iguaçu

Gostou do artigo? Dê um “curtir” e compartilhe com seus amigos!


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    Receba nossas atualizações por e-mail:



One Response to Foz do Iguaçu, PR

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top