Pin It
Home » Dicas » Trinta dicas para você acampar sem problemas nem micos


Acampamento

Acampamento

Se você está pretendendo acampar e não tem experiência no assunto, leia nossas dicas de acampamento e se previna contra as furadas e os micos. Neste artigo listamos 30 dicas rápidas que todo mundo deve saber antes de fazer seus primeiros acampamentos.

A barraca

1. Sua primeira preocupação será, claro, a barraca. Considere tamanhos, marcas, modelos, clima e local do camping.

a) Marcas e modelos: É sempre aconselhável comprar uma barraca impermeável para evitar surpresas. As barracas Capri, dessas simples que a gente compra no supermercado, não são impermeáveis. Para usá-las, é aconselhável montar um gazebo por cima dela como precaução, ou usá-las dentro de algum ambiente como ginásios e salas. Mas se vier chuva de vento, nem o gazebo salva. O fundo das barracas Capri costuma ser mais resistente, mas não segura chuva forte.

Barraca Capri. Boa para ambientes cobertos. Não resistente à chuva

Barraca Capri. Boa para ambientes cobertos. Não resistente à chuva

Barracas com avanços são bem mais úteis, especialmente em caso de chuvas. Nos avanços você pode deixar sapatos, alguns equipamentos sujos e até cozinhar neles quando estiver chovendo. Outra coisa importante a considerar são os mosquiteiros. Eles são super importantes para garantir um sono tranquilo, especialmente no verão. Antes de comprar sua barraca, leia opiniões. No fórum Mochileiros.com há uma seção só sobre barracas. Existem barracas que são auto-portantes e as que não são. As primeiras você monta e elas ficam perfeitas mesmo sem estar fixadas no chão. Isso te dá boa flexibilidade para trocar o local da barraca, sem ter que desmontá-la, caso perceba que o local que escolheu não é legal. As que não são auto-portantes, têm como desvantagem o oposto, mas geralmente são mais leves pois precisam de menos estrutura.

 Barraca Super Esquilo da Trilhas & Rumos, com avanço. Temos uma e aprovamos!

Barraca Super Esquilo da Trilhas & Rumos, auto-portante e com avanço. Temos uma e aprovamos!

b) Tamanho: Em uma barraca para 2 pessoas, por exemplo, se acomodam bem 2 pessoas sem mochilas. Se você quer ficar bem confortável numa barraca com a(o) namorada(o), por exemplo, o ideal é uma de 3-4 lugares. Outro fator que vai influenciar na decisão do tamanho da barraca é o tipo de acampamento que você vai ficar. Se tiver que carregar a barraca nas costas por longos períodos, considere as mais leves, mesmo que em detrimento do conforto. Mas se o carro/ônibus chega pertinho do camping ou você vai carregar a barraca por períodos curtos, opte pelas mais confortáveis.

c) Clima: Para locais mais quentes, o ideal são as barracas maiores e com maior ventilação permitindo maior circulação de ar. Para climas frios, as menores são mais aconselháveis pois conservam mais a temperatura do corpo. Não se esqueça de considerar fatores como possibilidade e intensidade de chuvas e ventos. Para locais com muito vento, por exemplo, não é aconselhável usar barracas com somente uma vareta pois são muito menos estáveis.

Nossa barraca Nepal da marca Azteq. Excelente para o inverno

Nossa barraca Nepal da marca Azteq. Excelente para o inverno (Não é auto-portante).

d) Se a sua barraca tiver sobreteto, lembre-se que ele não pode ficar colado à parte interna da barraca. Uma montagem bem feita tende a eliminar esse problema. Essa precaução evita a condensação da respiração evitando também que você seja acordado com vários pingos d’água durante a noite. De qualquer maneira, uma dica é usar bolas (bexigas) de ar, essas de aniversário de criança. Encha-as um pouco e coloque entre a parte interna e o sobreteto da barraca. Mesmo em caso de muito frio, lembre-se, a sua respiração precisa sair para não condensar.

OBS: Além das barracas comuns, você pode acampar com bivaques (abrigos compactos para 1 pessoa), redes ou montar um abrigo com lona. Não vamos falar de nenhuma dessas opções pois não temos experiência com elas.

2. Na hora de montar sua barraca, procure locais limpos e tire todas as pedrinhas e galhinhos que possam danificar o material de fundo da sua barraca. Tente deixar a superfície o mais plana e limpa quanto possível.

3. Antes de sair de viagem, monte sua barraca em casa. Primeiro para aprender a montá-la e não passar perrengue no camping. Segundo para ver se a barraca está ok, não tem furo, rasgo e se todas as partes estão lá.

Lonas:

4. Não use lona por baixo da barraca. Mesmo não deixando pedaços para fora, o risco da água empoçar por cima da lona em caso de chuva é alto. Se isso acontecer, pode ser que a impermeabilização do chão da sua barraca não aguente segurar a água empoçada ali. Mas se você for acampar em ginásios e salas, as lonas são bem vindas.

5. Se você tem uma barraca pequena mas quer um pouco mais de espaço, leve uma lona plástica, corda e espeques. Com isso você pode montar uma cobertura para sua barraca além de ter espaço para outras tarefas como cozinhar, sem se molhar em caso de chuva. Se conseguir fazer uma corbertura em L ou U, melhor ainda. Faça-a contra o vento, o que vai facilitar na hora de cozinhar.

6. Jamais, nunca, nunquinha mesmo use lona por cima da barraca em contato direto com o teto com a intenção de protegê-la contra chuva. A lona vai superaquecer a barraca e fazer a condensação da sua respiração molhar tudo por dentro. A lona por cima só pode ser útil caso você consiga esticá-la presa ou amarrada em árvores ou postes sem que ela tenha qualquer tipo de contato com a sua barraca.

Colchões, isolantes térmicos e sacos de dormir:

7. Os colchões infláveis são muito confortáveis e ótimos para tempos frios pois são excelentes isolantes térmicos. Mas cuidado! Os colchões infláveis podem ser verdadeiros vilões no verão, especialmente se houver mais de uma pessoa na barraca. Eles esquentam! Outra coisa que você não pode esquecer: antes da viagem, pelamordedeus encha seu colchão e verifique se tem furos. Imagina só o trastorno se você descobre isso já no camping?

8. Se não for levar colchão, o isolante térmico é imprescindível. Existem isolantes de EVA (de várias espessuras) e os isolantes infláveis (diferentes dos colchões) que são mais caros, mas também mais confortáveis.

Nosso isolante térmico aluminizado de EVA

Nosso isolante térmico aluminizado de EVA

9. Os sacos de dormir não são imprescindíveis em temperaturas mais amenas. Há no mercado sacos de dormir para tempos mais quentes. No inverno, no entanto, você precisa sim do saco de dormir. Acredite! Especialmente se for acampar em montanha e só conseguir chegar no acampamento através de trilha longa. Há no mercado algumas boas opções de sacos de dormir relativamente leves e que esquentam bem. Para camping no inverno, se o frio for intenso demais e o saco de dormir não estiver dando conta, esquente água e coloque em uma garrafa pet ou recipiente do gênero e deixe-o no saco minutos antes de você entrar nele. Feche o saco para que ele retenha o calor.

O local:

10. Estude o local.

a) Veja se há lugares mais elevados onde você possa montar sua barraca.
b) Evite depressões e buracos que possam ficar alagados.
c) Cuidado com o caminho da água no caso de chuva. Evite possíveis locais de escoamento.
d) Se for montar sua barraca embaixo de uma árvore, evite as fruteiras e árvores que produzam pinhas e similares. Se uma fruta ou uma pinha cair do pé, pode fazer um estrago tanto na barraca quanto na sua cabeça. As árvores também atraem pássaros, que certamente farão suas necessidades em cima da sua barraca! Que tal?
e) Evite acampar perto de poças ou locais onde a água possa empoçar, especialmente se for caminho de carros e carroças.




f) Procure saber onde nasce o sol e qual local ele atinge mais tarde. Especialmente se você não gostar de acordar cedo. Procure montar sua barraca de maneira que você fique de costas para o local onde o sol nasce.
g) A direção do vento também é um fator importante a considerar. Ele pode refrescar sua barraca num ambiente quente ou pode destruí-la se for forte demais.
h) Evite montar a barraca em desníveis importantes para que você não fique escorregando durante a noite para um lado ou outro ou para baixo. Dormir nivelado é essencial para um bom descanso.
i) Cuidado com os ninhos de animais zangadinhos como o Quero-Quero. Você não vai querer levar um ‘pega’ de um bichinho desses…
j) Cuidado também com locais onde houver cavalos, especialmente na época seca. Você pode pegar os famosos micuins (carrapatinhos) ou carrapatos-estrela e passar o passeio inteiro se coçando.

Quero-quero no camping

Quero-quero vigiando seus ninhos no gramado do camping que ficamos em Tiradentes

Escolhendo o camping ideal

11. Se você for acampar em um camping estruturado na cidade, campo ou praia, opte por locais que tenham cozinha disponível para os campistas. A maioria dos campings bem estruturados oferece fogão, geladeira, mesa, panelas, talheres e afins. Também essencial é escolher um que tenha boa estrutura de banheiros, especialmente se a época escolhida para a sua viagem for alta temporada.

12. Muito importante também é montar sua barraca perto de pontos de luz e água, quando disponíveis. Pode poupar trabalho e trazer mais comodidade.

Ponto de luz e água perto da barraca são importantes

Ponto de luz e água perto da barraca são importantes

Se for fazer camping selvagem, aí não dá pra escolher estrutura, certo? ;)

Outras dicas gerais:

13. Se for fazer camping selvagem e seu carro for bem perto do local, leve uma caixa térmica para deixar seus alimentos. Dessa forma eles ficam protegidos do calor, umidade e de animais que costumam rondar o local. Nunca jogue restos de comida ou deixe-os perto da barraca. Com certeza o cheiro atrairá algum habitante indesejado.

14. Cuidado com as fogueiras. Elas podem ser extremamente perigosas se forem feitas de qualquer maneira. Isole bem a área e cuidado com seus equipamentos. Respeite os locais onde as fogueiras são proibidas.

15. Nunca, mas nunca mesmo deixe a sua barraca aberta. Você pode receber visitas indesejáveis de mosquitos, insetos intrometidos e animais peçonhentos. Se eles entrarem na sua barraca, podem causar um acidente grave e estragar sua viagem. Se for ficar muito tempo longe da barraca, o ideal é que você prenda os zíperes com um cadeado para se certificar que nenhum bobão vai roubar alguma de suas coisas.

16. Prenda bem sua barraca com os espeques e as cordinhas. Locais muito abertos e altos geralmente sofrem incidência de vento forte. Se a barraca estiver um pouco solta, o vento pode levá-la embora junto com o que estiver dentro.

17. Nunca deixe objetos de valor ou dinheiro em sua barraca na sua ausência. Nunca mesmo!

18. Quando for sair de perto da barraca por longos períodos ou para locais mais distantes, use sacos estanques para deixar seus pertences mais importantes. Até mesmo saquinhos plásticos podem salvar sua noite. Esse conselho vale muito especialmente no verão, época de fortes pancadas de chuva repentinas.

19. Alguns campings oferecem boa estrutura para seus campistas. Procure informações do camping que você deseja ficar para não entrar em furada, especialmente se há mais de um banheiro disponível no local.

20. Se você for levar algum aparelho eletrônico que necessite de tomada, verifique sempre a voltagem antes.

21. Evite acampar às margens de rios e cachoeiras. Eles são traiçoeiros e podem causar muitos problemas.

22. Em caso de camping selvagem, escolha um local para suas necessidades fisiológicas que seja longe da sua barraca e longe de água (rios, lagos e cachoeiras). Ah, e não se esqueça de enterrar seus dejetos.

23. Leve sempre saquinhos plásticos que sirvam de lixeira e traga tudo de volta. Nunca deixe lixo na natureza.

Nosso pequeno e acolhedor acampamento em Pedra das Flores. Camping selvagem.

Nosso pequeno e acolhedor acampamento em Pedra das Flores. Camping selvagem.


24. Nunca fume dentro da barraca. O cigarro pode acidentalmente causar furos ou estragar a impermeabilização.

25. Nunca guarde sua barraca suja ou molhada. Se você não tiver como limpar sua barraca no local antes de guardá-la, faça isso quando chegar em casa. A sujeira mofa e dá mau cheiro, além de estragar o material e a impermeabilização.

26. Leve fitas adesivas tipo ducktape (aquelas fitas largas prateadas) para o caso de imprevistos com o material da barraca. Elas são excelentes para consertar rasgos, puídos e problemas do gênero.

27. Nunca cozinhe dentro da barraca ou acenda qualquer equipamento a gás ou similares. Prefira sempre as lanternas e lampiões a bateria/pilha. As lanternas de cabeça são muito úteis num acampamento.

28. Se for fazer camping selvagem e não quiser ter muito trabalho com comida, sem abrir mão de boas refeições, opte por comida liofilizada. Há boas opções disponíveis, inclusive em lojas online, incluindo pratos e combinações diversas e saborosas. Se quiser saber mais sobre comida liofilizada, veja nosso artigo sobre duas opções de comida liofilizada que experimentamos da Liofoods.

29. Monte uma listinha com itens que não se pode esquecer e vá atualizando sua listinha a cada viagem, incluindo itens importantes e excluindo os irrelevantes. Aqui sugerimos uma lista de itens para acampamento, mas cada pessoa possui opiniões e necessidades diferentes. Então, monte a sua com base na sua experiência e preferências.

30. Sempre seja gentil e prestativo com as pessoas. O ambiente é sempre muito importante em um camping. Por isso, não esquente a paciência dos outros campistas com música alta, gritaria e babaquices. Acampamento bom é acampamento tranquilo! Tenha educação e bons modos!

 

Gostou do artigo? Dê um “curtir” e compartilhe com seus amigos!


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    Receba nossas atualizações por e-mail:



Sugestão de leitura:

10 Responses to Trinta dicas para você acampar sem problemas nem micos

  1. victoria disse:

    vou acampar com meus primos otimas dicas #superanimada

  2. luiz disse:

    adorei estou esperando por outras dicas….abraços

  3. Priscila disse:

    Parabéns pelo post! suas dicas são realmente importantes!! Eu não sou muito expert em campings, mas gosto de fazer de vez em quando pra mudra um pouco de ares. Comprei recentemente um colchão inflável de casal baratinho com um cupom Ponto Frio, mas não tinha pensado no isolante térmico, é realmente fundamental??

    • Camila Guerra disse:

      Olá, Priscila!
      Se você vai usar um colchão inflável, ele já funciona como isolante térmico. Caso queira “proteger” o seu colchão inflável, o isolante térmico pode ser interessante.
      []s

  4. Virgilio Pereira Junior disse:

    Excelente dicas, obrigado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top