Pin It
Home » Dicas, Roupas e Equipamentos » A importância das meias para a saúde dos pés


Escolha bem suas meias

Escolha bem suas meias

Você sabia que uma boa meia é essencial para manter a saúde dos seus pés enquanto pratica esportes? Sabia que não adianta comprar bons tênis e boas botas e usar com uma meia ruim?
Quando comecei a fazer trilhas enfrentei um problemão: bolhas. Sofri com elas um tempo. Então decidi que daquele jeito não dava mais para continuar. Procurei muito por aí em busca de maneiras de ter mais conforto nos pés durante as caminhadas. Tenho pés super sensíveis, o que significa MUITA facilidade de ter bolhas. Queria uma maneira de evitar as bolhas nos pés.

A princípio achei que uma boa bota resolveria o problema sozinha. Descobri que eu estava errada. Totalmente errada. É claro que algumas pessoas não têm sensibilidade alguma nos pés e usam qualquer coisa. No meu caso, qualquer coisa significa feridas enormes nos pés. Muita gente gasta uma grana considerável comprando botas de marcas famosas e com capacidades mirabolantes mas querem economizar na hora de comprar as meias. Não faça essa economia porca!

Eu pesquisei, procurei, estudei. E descobri que existe uma variedade incrível de meias específicas para caminhadas curtas, médias e longas além de próprias para climas quentes e frios. Meias duplas, triplas, grossas e finas e os mais diversos tipos de materiais. São várias marcas, modelos, preços.

Meia da Lorpen com três camadas

Meia da Lorpen com três camadas


Por que as bolhas aparecem?

Primeiramente porque qualquer lugar que sofra atrito constante, vai machucar. Em segundo lugar, quanto mais umidade, mais a pele fica mole e a bolha se torna inevitável. Então, já sabemos as duas coisas mais importantes que precisamos evitar: atrito e umidade.
E o que a meia tem com isso? Simples. Quanto mais eficientes elas forem em isolar a umidade da sua pele, melhor para o seu pé.

As meias de algodão, por exemplo, encharcam com facilidade e custam uma eternidade para secar. Então já sabe, né? Algodão é coisa para evitar a qualquer custo. Prefira meias feitas com material sintético, sem nem um pouquinho de algodão. Acha exagero? Não é não! Vai por mim…
Quanto ao atrito, existem várias maneiras de evitá-lo (ou, pelo menos, diminuí-lo). Explico no meu artigo sobre como evitar bolhas nos pés.

Como a meia pode ajudar?

A meia correta pode salvar seu passeio

A meia correta pode salvar seu passeio

Acertando na escolha da meia, você pode diminuir o atrito, a umidade e, consequentemente, evitar criar um ambiente muito favorável à proliferação de bactérias (menos bactérias = menos chulé!).

As meias de lã (incluindo as de lã merino, que é um material excelente) funcionam bem por períodos não muito longos, como em caminhadas de um dia. São mais eficientes em climas secos e mais frios. Mas a lã também tem seus contras quando a transpiração é excessiva pois não é material de secagem muito rápida. E já vimos que umidade = problemas nos pés.

As fibras sintéticas como acrílico, poliéster, poliamida e etc, são as mais recomendadas para caminhadas de longa duração e muita transpiração. Alguns materiais como o Coolmax (para dissipar o calor e eliminar a umidade por meio da melhor distribuição dela pelo tecido) e Thermolite (para reter o calor) estão ganhando cada vez mais o respeito dos desportistas. A importância deles é simples: proporcionam um ambiente menos úmido deixando os pés mais secos e, assim, evitando bolhas e proliferação de bactérias.



É importante observar também a costura das meias. Meias feitas especialmente para a prática de esportes vêm com costuras embutidas e em alguns casos sem costura, diminuindo as áreas de atrito e evitando machucar os dedos.

Lorpen, meias de ótima qualidade

Lorpen, meias de ótima qualidade

Na hora de comprar sua meia, leve em consideração também o tamanho. Quem pensa que meia é tamanho único e pronto está parado no tempo. Existem meias com “cortes” masculinos e femininos, pequenos médios e grandes. Observe qual tamanho é mais adequado para você. Isso vai envolver não só o tamanho do seu pé, mas também o seu tamanho e o seu peso. Meias muito largas criam dobras indesejáveis aumentando os pontos de atrito e as muito apertadas atrapalham a circulação e trazem desconforto geral. Caso você compre meia com pé direito e esquerdo demarcados, respeite o padrão quando usá-las.

Em alguns casos é aconselhável usar um liner por baixo da meia. Para quem não sabe, liner é uma meia bem fina, feita de material altamente respirável e que tem como finalidade sugar toda a umidade dos pés e jogá-la na meia, mantendo assim a pele seca e confortável. O liner não é bom só para o verão quando a transpiração é mais intensa. Ele funciona muito bem também no frio evitando que a umidade gele seus pés. Afinal, seus pés também transpiram no inverno! Lembrando que também não adianta um bom liner e uma meia de algodão.

Diferença dos fios e tecnologias

Como já vimos, os fios sintéticos não retêm umidade. Mas como assim?

Funcionamento do Thermolite

Funcionamento do Thermolite

As diferenças são muitas. O Coolmax, por exemplo, é uma fibra achatada que possui dois canais para drenar a umidade e é recomendado para primavera e verão. A fibra do Primaloft é resistente à água e esse material é recomendado para outono e inverno pois segura o calor criando uma bolsa de ar quente que isola do frio. A fibra do Thermolite é cilíndrica e oca para reter o ar em seu interior, servindo também como isolante térmico. É própria para outono e inverno.

O Outlast, outra fibra de acrílico, busca evitar a formação de zonas com temperaturas muito quentes ou muito frias. É isso mesmo, a função dela é distribuir uniformemente o calor esfriando as áreas quentes e aquecendo as frias

Uma outra fibra que apareceu recentemente foi o dri-release, que é uma combinação de microfilamentos sintéticos (85-90%) e naturais (10-15%). As fibras sintéticas expulsam a umidade para fora, enquanto que as naturais tendem a absorver a umidade. A proposta é puxar a umidade da pele e expelí-la mais rapidamente.

Enfim, as tecnologias são muitas e evoluem a cada dia. O negócio é ficar de olho no que está dando certo.

Algumas tecnologias usadas em tecidos

Algumas tecnologias usadas em tecidos


Mas e o calçado, não conta?

Conta sim! E muito. É claro que não devemos desconsiderar o tipo de calçado que você pretende usar. Não vai adiantar muito ter uma excelente meia se a umidade não conseguir sair do seu calçado. Na hora da compra, verifique o grau de respirabilidade do calçado que está comprando. Os sapatos de couro tendem a ser mais quentes e menos respiráveis. Os tênis e as botas de cano baixo permitem maior circulação do ar do que os canos altos. Mas, em compensação, os canos altos protegem mais seu tornozelo. Por isso é comum o pessoal que faz muita trilha ter pelo menos dois tipos de calçados e vários pares de meias diferentes. Cada um para um tipo de ambiente.

Enfim, tanto a escolha da meia quanto do calçado deve ser feita levando em consideração o quanto você transpira nos pés, o ambiente no qual você vai caminhar (quente, frio, úmido, seco, liso, pedregoso), o grau de sensibilidade de seus pés e, claro, o valor que você está disposto a investir no seu bem estar.

Gostou do artigo? Dê um “curtir” e compartilhe com seus amigos!


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    Receba nossas atualizações por e-mail:



Sugestão de leitura:

17 Responses to A importância das meias para a saúde dos pés

  1. Adriana Tavares disse:

    Olá! Sou mochileira pouco experiente, e farei a primeira compra de meias agora é suas dicas me ensinaram muito sobre o tipo ideal para meus pés. Muito obrigada e parabéns pelo blog.

  2. Andre Guerra disse:

    Ótimas dicas, principalmente para quem esta iniciando.
    Estamos planejando fazer parte do Caminho de Santiago de Compostela e como levaremos nossas filhas de 11 e 14 anos, estou fazendo muitas pesquisas para tentar evitar o retorno por pura falta de conhecimento, ao menos o básico e seus artigos ajudaram bastante.
    Ja consegui identificar por exemplo, que caminharemos em clima seco, frio na parte da manhã e final de tarde e quente durante o restante do dia, vez que a tentativa será de ir em maio, primavera na Europa.
    Sobre calçados, tem alguma ideia se um tênis para caminhada, seria melhor do que botas? tenis ou botas com solado antiderrapante, rigido, ou com amortecedores?
    obrigado
    André Guerra

    • Camila Guerra disse:

      Olá, André!
      Obrigada! Feliz que nossos artigos estejam sendo úteis para você.
      Eu sou a favor das botas, mas antes de você decidir entre botas e tênis, recomendo que faça uma lista de prós e contras, pois ambos têm vantagens e desvantagens que pesam mais ou menos para cada pessoa. Um dos maiores benefícios da bota para caminhadas longas como a que você pretende fazer, é que elas (as de cano médio a alto, pois as de cano curto do tipo tênis não adiantam nada) dão segurança ao tornozelo e evitam torções, especialmente quando estamos cansados da caminhada. O tênis tem a vantagem de ser mais leve, mais flexível e mais fácil de secar mas, na minha opinião, para aí. O solado da bota é sempre mais rígido do que o do tênis, o que é uma vantagem especialmente em terrenos acidentados. Se decidir por bota, fuja daquelas com solados rígidos demais pois elas cansam os pés especialmente em longas caminhadas por terrenos muito firmes, como o asfalto, cimento e pedras, por exemplo. Outra coisa que acho importante são as biqueiras pois elas protegem os dedos das topadas desavisadas. Recomendo os calçados impermeáveis de tecido respirável para evitar o acúmulo do suor. Tenho visto excelentes comentários sobre botas e tênis da marca Salomon. Eu tenho uma Asolo Stynger muito boa, mas acho o solado dela duro demais para o Caminho de Santiago. Se tiver facilidade, visite uma loja que venda marcas variadas e experimente marcas e modelos. Não se esqueça de amaciar o calçado antes de coloca-lo à prova no Caminho.
      []’s

  3. Spano de Castro disse:

    Muito bom o artigo! Por incrível que pareça, tinham me indicado meias de algodão para o dia a dia!
    Acho que o problema na lã é o calor, em um clima quente! No mais parabéns e escreva mais …

    • Camila Guerra disse:

      Olá, Spano!
      Uso lã merino mesmo no calor. Minha dica é que na hora de comprar você observe as graduações que informam a espessura da meia. Os bons fabricantes costumam colocar a aplicação indicada na descrição. Não vá, por exemplo, usar uma Fox River Trailhead no verão. Precisa sempre usar o produto de acordo com o que foi projetado.
      []’s

  4. Gabriela disse:

    Não sei qualqual é a meia ideal para mim se coloco aquelas só quedá puma me faz bolha, meu pé transpira muito qual devodevo usar por favor me ajuda preciso fazer uma caminhadas e parei por conta das bolhas q me incomoda muito.
    Desde já obg

  5. Isabella disse:

    Oi, Camila. Bem legal o seu artigo. Eu vou para Austrália e meus pés congelam. Lá é inverno e gostaria de saber qual a meia ideal para uso diário, sem ser grossa, que mantenha o calor no pé. Usei de lãs e não achei que esquentasse. Eu teria que usar outra? Nunca achei um artigo específico sobre isso. Você acha que uma meia com 40% de Lã, 40% de Acrílico, 155 de poliéster e 5% de elastano é ideal? Vi uma com essa composição da marca http://www.solobr.com . Ou qual seria a composição ideal? Obrigada, desde já.

    • Camila Guerra disse:

      Olá, Isabella!
      Meia é um troço complicado mesmo. Não acho que haja uma composição ideal pois os fatores variam muito (clima, umidade, sapato, transpiração, temperatura corporal da pessoa, etc). Para frio intenso sempre opto por meias com maior composição de lã. Eu e o marido usamos uma com 77% de lã merino, 22% nylon e 1% spandex. Por baixo dela, usamos SEMPRE um liner para “secar” o suor e não deixar os pés ficarem molhados. Já encaramos neve com elas várias vezes. É comum os pés ficarem frios, mas não gelam demais. Essa da Solo não me parece ruim, mas eu prefiro as que têm mais lã.
      []’s

  6. Mayara disse:

    Oi, Aonde encontro essas meias q ajuda a não dar bolhas??? pode me passar site ou nome de loja!! Ano passado fui em uma romaria de 10 dias e usei uma meia da nike , mas tive umas 40 bolhas Rs. esse Ano quero mudar pra ver se melhora! sofri muito!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top