Pin It
Home » Trilhas e Caminhadas em Petrópolis » Pedra de Itaipava, Petrópolis


Depois de várias semanas sem postar aqui no blog, voltamos com mais uma linda trilha na cidade de Petrópolis.

Dessa vez, a Pedra de Itaipava, situada no bairro de mesmo nome. Uma grata surpresa com um visual lindíssimo.

Visual da Subida para a Pedra de Itaipava

Visual do início da Subida para a Pedra de Itaipava


Para chegar até a entrada da trilha temos que pegar a estrada do Ribeirão Grande, na BR-040. Depois do Condomínio Chamonix, entramos na segunda rua à esquerda e seguimos até o final da Rua B. A entrada da trilha é bem óbvia pois fica logo depois o ponto onde terminam as casas da rua.

Não vai ônibus até lá. Se for de carro, há lugar para deixá-lo.
Continuando no sentido da estrada, entramos em um pedaço de terra subindo um pouquinho. A trilha propriamente dita começa à direita em um caminho estreito e íngreme. Aí começa o “tormento”. É que há muito capim alto pelo caminho e eles são implacáveis. Eles cortam! É, isso mesmo. Prepare-se para sair dessa trilha com muitos arranhões. E jamais vá de bermudas.

Mas fique tranquilo pois os cortes não são em vão. É uma das trilhas mais bonitas da região, com um visual lindo e um caminho muito legal. Com certeza compensa os arranhões.

Última subida por uma linda crista. Foto de um lado, foto de outro. :)

Última subida por uma linda crista. Foto de um lado, foto de outro. :)


Quem vai fazer essa trilha pela primeira vez, aconselho comprar o Guia de Trilhas de Petrópolis, do Waldyr Neto, onde ele descreve detalhadamente o caminho. No mesmo guia ele conta que a Pedra de Itaipava tem esse nome pois existe nela uma fenda por onde corre um filete de água. Em Tupi-Guarani, Itaipava significa “pedra que chora”.
Também de acordo com o guia, há carrapatos por ali na estação seca. Fomos no meio de maio e não pegamos nenhum. Ufa! :)

Paradinha para descanso depois de vencer a primeira parte de subida. Nosso destino é o cume dessa montanha à direita.

Paradinha para descanso depois de vencer a primeira parte de subida. Nosso destino é o cume dessa montanha à direita.


A trilha não tem muito erro, mas há várias bifurcações e pequenas trilhas que podem confundir no início. No entanto, a maioria delas leva para o mesmo lugar. Vencendo a primeira subida, chegando no lindo platô de onde se vê de frente a Pedra de Itaipava, não tem mais erro. A trilha é bem óbvia e segue sempre na direção do cume. Um pouco antes de chegar, passamos por um capinzal bem alto e perdemos a trilha várias vezes, mas o cume óbvio não deixa a gente perder a direção.

O visual de todo o caminho é show. Vá com calma, apreciando a paisagem, e leve uma câmara fotográfica.

Chegando no cume vemos, imponente em sua beleza, a Maria Comprida dominando a paisagem, uma das mais altas montanhas da região. Para quem gosta e conhece um pouco das montanhas de Petrópolis e Teresópolis, dá pra perder um tempo identificando-as dali. A vista é realmente linda.

Visual lindão com a Maria Comprida dominando a paisagem desse lado.

Visual lindão com a Maria Comprida dominando a paisagem desse lado.


Ficamos lá um tempo apreciando aquela beleza toda, lanchamos, batemos um papo e descemos. Infelizmente as nuvens foram se acumulando e bagunçando com a luz.

Mais um visual do cume da Pedra de Itaipava

Mais um visual do cume da Pedra de Itaipava


A descida é igualmente linda e a parada para várias fotos foi inevitável.

Visual da descida pela crista.

Visual da descida pela crista.


A Pedra de Itaipava está classificada no Guia de Trilhas de Petrópolis como leve superior, no mesmo nível do Cobiçado, Pedra do Retiro, Pedra do Cone, Morro do Alicate, etc.

Não se esqueça de levar uma boa quantidade de líquido pois não há pontos de água no caminho. Outra coisa importante é o protetor solar e o chapéu/boné. A trilha é toda descoberta, sem sombra e o sol castiga muito quando está presente. No cume também não há sombras.

Embora curta, com cerca de 2,4km, essa trilha é um pouco exigente com pedaços bem íngremes e as dificuldades do capim malvado. Mas ela certamente vale todo o esforço.

Adoramos e recomendamos.

Gostou do artigo? Dê um “curtir” e compartilhe com seus amigos!


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    Receba nossas atualizações por e-mail:



Sugestão de leitura:

2 Responses to Pedra de Itaipava, Petrópolis

  1. danubia disse:

    Lindo local, e as fotos, então…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top