Pin It
Home » Dicas, Viagens fora do Brasil » Sessenta dicas sobre o Sul do Chile, Pucón, Puerto Varas e região


Mais um post da nossa série sessenta dicas. Veja as 60 de Bariloche e região as 60 de Machu Picchu e região

1) Pucón tem um ótimo centro de esqui no vulcão Villarica e, embora a estação seja menor, costuma ter melhores preços do que as outras da região.

2) Se alugar o equipamento de esqui e não conseguir usá-lo devido ao mau tempo, algumas lojas aceitam de volta sem cobrar o aluguel, mas é necessários devolvê-los até às 12h.

Caminho entre Puerto Varas e Puerto Octay

Caminho entre Puerto Varas e Puerto Octay


3) Em Pucón é bom ter sempre consigo um mapinha da cidade. As ruas no centrinho são muito parecidas e confundem fácil fácil os recém-chegados.

4) Se gosta de acampar (e fazer trilhas), uma opção excelente é o PN Huerquehue. Ele fica um pouco afastado da cidade, mas passa ônibus por lá.

5) O Sul do Chile é uma região mais chuvosa e a maior incidência de chuvas acontece nos meses de inverno.

Parque dos Ojos de Caburgua. Bom para acampar

Parque dos Ojos de Caburgua. Bom para acampar


6) No verão, tanto Pucón quanto Puerto Varas, ficam lotadas de turistas que procuram a região por causa de seus diversos lagos.

7) Há vários vulcões na região e muitos deles podem ser visitados por meio de caminhadas com agências. Para ir sozinho você precisa ser um montanhista experiente e conseguir autorização para subir.

8) A culinária da região é ótima, com foco especial nos frutos do mar. Prepare-se para comer muito peixe a preços bem razoáveis.

9) Nos mercados os vinhos são baratos. Nos restaurantes, normalmente são bem caros.

10) Não saia de lá sem experimentar os famosos kuchens. Tortas de origem alemã, feitas com frutas da região. Elas estão por toda parte na região de Puerto Varas.

Kuchen de framboesa em Frutillar

Kuchen de framboesa em Frutillar


11) O café por lá, mesmo nos hotéis, costuma ser o nescafé ou instantâneos semelhantes.

12) Em Pucón há carros bem simples para aluguel. Já em Puerto Varas, a frota disponível é normalmente mais nova e de nível mais alto.

13) O GPS funciona muito bem nas duas cidades.

14) Venta muito na região. Se for em época fria, é imprescindível levar casaco corta-vento, gorro e luva, especialmente para caminhar na orla dos lagos.

15) Mesmo que não vá esquiar no Villarica em Pucón, ou no Osorno em Puerto Varas, suba pelas telesillas para apreciar a linda vista lá de cima. Vale a pena.

Vista da cafeteria do vulcão Villarica, em Pucón

Vista da cafeteria do vulcão Villarica, em Pucón


16) Se nunca esquiou, contrate aulas de equi. Caso não queira fazer isso, pratique bastante na base antes de tentar uma descida maior. O Villarica tem uma ótima base para isso.

17) O choconhaque e o chocolate quente da cafeteria do vulcão Osorno são deliciosos. Pode provar sem medo. Já as empanadas de lá… fuja delas.

18) O estacionamento na base do Villarica e do Osorno são gratuitos.

19) A estrada de subida para o Osorno, além de ter um asfalto perfeito, é LINDA e com alguns mirantes! Sua vegetação e sinuosidade e a vista do lago Llanquihue parecem coisa de cinema. Não deixe de percorrê-la, mesmo que não vá subir pelas telesillas.

Vista da lindíssima estrada do vulcão Osorno.

Vista da lindíssima estrada do vulcão Osorno.


20) A estrada de subida para o Villarica é de terra e há sempre máquinas trabalhando para mantê-las em bom estado. Mas se chover, prepare-se.

21) No inverno, informe-se antes de subir a montanha. Se tiver havido nevasca, tenha cadenas no carro para o caso de precisar colocá-las nos pneus.

22) Há passeios de barco nos lagos em ambas as regiões, mas no inverno eles são restritos.

23) Deixe para visitar a ilha de Chiloé a partir de setembro, época em que os pinguins de Magalhães visitam a região.

Pier no Centro de Puerto Varas com os vulcões Calbuco e Osorno no Lago Llanquihue

Pier no Centro de Puerto Varas com os vulcões Calbuco e Osorno no Lago Llanquihue


24) Percorra o caminho de Puerto Varas a Puerto Octay por dentro, sempre margeando o lago Llanquihue e passando por Frutillar Bajo. Pela estrada de asfalto é mais rápido, mas não tem tanta graça. Se preferir, vá por uma e volte por outra.

25) Programe-se de maneira que consiga estacionar o carro e passear com calma por Frutillar. É impossível não querer tirar muitas fotos ali e caminhar pela orla observando o Osorno ao fundo.

26) É músico ou gosta muito de música? O Teatro del Lago em Frutillar hospeda muitos eventos relacionados à música. Informe-se sobre a programação e hospede-se na cidade pelo menos um dia.

O Teatro del Lago em Frutillar hospeda vários eventos musicais

Teatro del Lago em Frutillar

Há vários eventos musicais em Frutillar

Há vários eventos musicais em Frutillar













27) O aeroporto mais próximo a Pucón é o de Temuco (cerca de 1h de carro) e o mais próximo a Puerto Varas é o de Puerto Montt (cerca de 20 minutos de carro). Entre as duas cidades o trajeto leva cerca de 5h de ônibus.

28) Há muitas termas em ambas as regiões. Algumas com piscinas abertas e mais rústicas, outras em ambientes fechados e mais controlados.

29) Se for subir o Villarica, programe uma visita às termas logo em seguida para relaxar.

30) A não ser que você seja um desportista treinado, NÃO programe a subida ao vulcão e caminhadas no Huerquehue ou El Cañi para dias seguidos. Você vai ficar exausto. Intercale com outros passeios mais leves.


31) No Chile, bem como na Argentina, a gorjeta dos garçons não vem na conta. Você precisa remunerá-los separadamente.

32) Se tiver com tempo você pode alugar um carro e dar a volta por toda a extensão do Llanquihue. Há muitos “miradores” no trajeto e paisagens incríveis.

33) Para ter uma boa vista da cidade de Puerto Varas, inclusive da típica igreja com o vulcão ao fundo, suba o Monte Calvário. São cerca de 5 minutos de caminhada da base até o ponto de observação. A escada de entrada fica ao lado do hospital.

Início da subida para o Monte Calvário

Início da subida para o Monte Calvário

Cartão postal sem o Osorno

Cartão postal. Nesse dia sem o Osorno












34) Se estiver de passagem por Frutillar, experimente o Kuchen em uma das casas de chá na beira do lago, de frente para o vulcão.

35) Tanto em Puerto Varas quanto em Frutillar há bastante artesanato regional. Mas prepare o bolso pois nada é muito barato.

36) A Rodoviária de Puerto Varas é no centro, bem perto de tudo. Mas antes da sua viagem, veja a localização do seu hotel e programe-se. Se precisar de táxi e não encontrar nenhum na rodoviária, desça a rua que há um ponto de táxi à esquerda, em frente ao mercado.

37) De Pucón você pode ir à Argentina pelo Paso Internacional Mamuil Malal, passando por San Martín de los Andes. Em caso de nevasca no inverno, informe-se antes de subir.

Marcos, com nosso carrinho alugado, fotografando o Vulcão Lanin

Marcos fotografando o Vulcão Lanin no Paso Mamuil Malal, na fronteira do Chile com a Argentina


38) O famoso Cruce de Lagos (ou Cruce Andino) inicia-se no Lago de Todos Los Santos, em Puerto Varas, e termina no Lago Nahuel Huapi, em Bariloche, ou vice-versa. O sentido Chile x Argentina é o que oferece melhores vistas do vulcão Osorno durante o dia.

39) O tempo costuma amanhecer limpo e ficar fechado e cheio de nuvens à tarde, especialmente no inverno. Programe seus passeios com vistas altas (vulcão, por exemplo) para a parte da manhã.

40) Ao sair da Ruta 5 e entrar nas cidades, você paga uma pequena taxa de pedágio.

41) Lembre-se de que nas termas há um limite de permanência de 3 horas.

Muitas construções com arquitetura interessante na região

Muitas construções com arquitetura interessante na região


42) Na região é possível fazer caminhadas, andar de barco, escalar vulcões, esquiar, visitar pequenos museus, tomar banho de lago no verão, jogar no cassino (Puerto Varas), praticar rafting, pescar, andar a cavalo etc. Atividades para todos os gostos.

43) Em Puerto Montt não deixe de comer a comida típica e comprar artesanatos em Angelmó. É também um lugar legal para passeios mais leves e comprinhas.

44) Em vários locais de Puerto Varas há ciclovias e você pode visitar os Saltos Petrohué de bike. Mas prepare-se, é longe.

45) Os Ojos del Caburgua ficam entre a Playa Blanca e o centro de Pucón. Se for visitar a região de ônibus na alta temporada, vá primeiro aos Ojos e depois às praias para evitar transporte cheio, mesmo no fim do dia. Por agência esse passeio está incluído no Tour por la Zona.

As três quedas principais dos Ojos del Caburgua, Pucón

As três quedas principais dos Ojos del Caburgua, Pucón


46) Primeira vez que vai encarar a neve ou um frio intenso? Vista-se em camadas, como explicamos em nosso post sobre como se vestir na neve.

47) Pucón e Puerto Varas são cidades relativamente seguras. Já Puerto Montt é uma cidade maior e mais comercial. Tenha cuidado.

48) O ônibus de Puerto Varas a Bariloche passa por Villa la Angostura, já na Argentina, e a viagem leva cerca de 6 horas.

49) Na beira do Llanquihue, em Puerto Varas, há o curioso Museu Pablo Fierro. A entrada é gratuita, mas ele aceita gorjeta. O horário de funcionamento não é muito definido.

Museu Pablo Fierro, muitas peças curiosas

Museu Pablo Fierro, muitas peças curiosas


50) Para planejar uma viagem de carro ou com transporte público pela região, visite http://www.transporteinforma.cl/loslagos

51) Pucón é uma cidade com mais perfil de aventura, já Puerto Varas tem um perfil mais romântico. No entanto, ambas oferecem opções românticas e de aventura para todos os gostos.

52) As casas e igrejas de Puerto Varas e região são extremamente fotogênicas. Percorra o circuito de prédios históricos da cidade e aproveite para registrar a herança da colonização alemã por lá.

53) Puerto Varas serve como porta de entrada para a Patagônia Chilena. Dependendo do tempo que tiver disponível você pode aproveitar e unir duas viagens em uma só.

Vulcão Osorno visto da Ruta 5 no retorno de Puerto Octay para Puerto Varas.

Vulcão Osorno visto da Ruta 5 no retorno de Puerto Octay para Puerto Varas.


54) Se o tempo for curto, reserve no mínimo dois dias (inteiros) para Pucón e dois (também inteiros) para Puerto Varas.

55) Na hora de pesquisar preços nos sites das cias de ônibus do Chile, coloque uma data próxima da atual para ter ideia de horários e preços. Datas muito distantes costumam não trazer resultados.

56) Se for alugar um carro em uma cidade e devolvê-lo em outra, não se esqueça de colocar no seu orçamento a taxa extra para essa condição.

Centro de Puerto Varas às margens do Lago Llanquihue

Centro de Puerto Varas às margens do Lago Llanquihue


57) O aeroporto de Temuco fica afastado da cidade. Para ir para Pucón há opção de táxis (caros!), vans (vão parando, mas é o melhor custo x benefício) e ônibus (até o centro de Temuco e depois até Pucón).

58) Para conhecer o interior do Teatro del Lago há visitas guiadas diárias (e pagas) às 12h. No verão elas também acontecem às 17h. Veja neste link: http://www.teatrodellago.cl/teatro-y-mas/visitas-guiadas-2

59) Em Frutillar fica localizado o Museu Colonial Alemão (próximo à saída da cidade). Ele lembra um parque natural e é dividido em 5 áreas: Casa do Moinho de Água, O Campanário, Casa do Ferreiro, Casa de Campo, Jardins e Parque.

60) E para fechar as dicas, aí vai a principal delas: leia nossos posts sobre o Sul do Chile e boa viagem!

Gostou do artigo? Dê um curtir e compartilhe com seus amigos.


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

      Receba nossas atualizações por e-mail:

 

 

Sugestão de leitura:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top