Pin It
Home » Destaque, Dicas, Petrópolis RJ » Roteiro em Petrópolis, a cidade Imperial. História e compras em um fim de semana na serra


Petrópolis é famosa por ser a cidade Imperial. Aqui se concentra um pouco da história do nosso país. Em Petrópolis está o Museu Imperial, casa de verão de D. Pedro e sua família e, nele, muito objetos e roupas utilizados por seus membros.

Além do Museu, em Petrópolis há várias construções da época do Império, que abrigavam ilustres moradores.

Petrópolis recebe muitos visitantes durante os fins de semana. Até mesmo por causa da proximidade com o Rio de Janeiro, os turistas costumam vir, conhecem a cidade superficialmente e voltam para o Rio no mesmo dia, cumprindo os roteiros de seus pacotes de viagem. Alguns pernoitam e aproveitam mais um pouco o arzinho da serra.

Mas sim, Petrópolis é muito mais que o Museu Imperial! Aqui temos de tudo: bons restaurantes, circuito cervejeiro, pólos de moda, lindas construções antigas, ecoturismo super legal, turismo rural… enfim, várias opções!

Mas claro, nem tudo são flores. A cidade precisa sim de um maior incentivo ao turismo. Infelizmente, em alguns governos os prédios históricos e alguns locais de lazer ficam abandonados e o turismo sofre com o descaso. Nós aqui do blog torcemos sempre para que Petrópolis nunca perca seu charme. ;)

Como muita gente não quer acompanhar excursões de agências e pede sugestões de roteiro curto para fins de semana, este é o primeiro de uma série que farei. Numa outra ocasião postarei um roteiro mais longo com um pouco de ecoturismo também.

No fim do artigo você encontra todos os pontos marcados no mapa.

Mãos à obra!

Sábado
Chegue na cidade e vá direto para a Rua Teresa, o pólo de moda mais importante de Petrópolis. A maioria das lojas abre às 9h. Eu particularmente acho meio demais usar um dia inteiro para passear/comprar na Rua Teresa. A não ser que o objetivo da sua visita seja mesmo comprar roupas. A Rua Aureliano Coutinho é onde aparecem as primeiras lojas e a Rua Teresa emenda nela um pouco mais acima. São cerca de 2 km de lojas coladas umas às outras e algumas galerias. E sim, é uma rua em aclive no início, sendo plana logo depois.

Almoce (veja nosso post sobre restaurantes no centro de Petrópolis. Na Rua Teresa tem opções de comida por quilo, barraquinhas de cachorro-quente e lanchonetes) e aproveite para caminhar pelo centro da cidade. O comércio está, em sua maioria, localizado na Rua do Imperador (a principal) e suas transversais, além da Rua 16 de Março, paralela à Rua do Imperador.

Andando pela cidade você vai encontrar construções interessantes de épocas antigas ou até mais recentes que valem uma foto, como é o caso da Praça da Águia com a Câmera de Vereadores de Petrópolis. No local está um dos centros de informações turísticas da cidade.

Palácio Amarelo na Praça da Águia.

Palácio Amarelo na Praça da Águia.


Sugiro andar a pé para não ter que parar o carro toda hora para uma foto. :)
Ah, durante a semana e inclusive sábados, estacionar na rua não é trivial. Precisa dar sorte e o estacionamento é pago, R$2,50 a HORA! Há alguns estacionamentos particulares, ainda mais caros. Então sugiro deixar o carro no seu hotel e rodar pela cidade a pé. É tudo bem pertinho.

Continuando um pouco mais você chega à Catedral de São Pedro de Alcântara, onde está o mausoléu de D. Pedro II, da Imperatriz Teresa Cristina, da Princesa Isabel e do Conde d’Eu além de outros membros da família Imperial. A Catedral abre às 8h e fecha às 18h todos os dias. Entrada gratuita.

Se quiser conhecer a casa de verão de alguns dos nossos ilustres Presidentes da República (com destaque para o Presidente Getúlio Vargas, que passou em Petrópolis todos os verões durante o tempo em que comandou o Brasil), saia da Catedral e caminhe pela bonita Av. Koeler, bem em frente à Catedral. O Palácio Rio Negro fecha às 17 e não abre domingo e nem segunda.

Mas antes de chegar no Palácio Rio Negro, passe pela casa da Princesa Isabel, logo na esquina da Av. Koeller. Infelizmente não é aberta à visitação interna.

Casa da Princesa Isabel na Av. Koeler, Petrópolis

Casa da Princesa Isabel na Av. Koeler, Petrópolis


Na mesma rua está o Palácio Sérgio Fadel, onde atualmente funciona a Prefeitura de Petrópolis, além de outras construções interessantes na mesma avenida, que é bastante agradável.

Fim de verão na Av. Koeler, Petrópolis

Fim de verão na Av. Koeler, Petrópolis

Catedral Pedro de Alcântara vista do meio da Av. Koeler, Petrópolis

Catedral Pedro de Alcântara vista do meio da Av. Koeler, Petrópolis


No fim da Av. Koeler à esquerda bem na esquina está o pequeno castelo onde foi gravada a primeira versão da novela Guerra dos Sexos com Fernanda Montenegro e Fernando Torres.

Pequeno castelo onde foi gravada a primeira versão da novela Guerra dos Sexos.

Pequeno castelo onde foi gravada a primeira versão da novela Guerra dos Sexos.


No fim da Av. Koeler também está a Praça da Liberdade (ou Praça Rui Barbosa). Bom espaço para crianças com charretinhas puxadas por bodinhos, balões de gás, pipocas e etc. na Praça há um bar. Boa opção para um chopp no fim da tarde.

Às 20h assista ao espetáculo Som e Luz no Museu Imperial. O espetáculo conta um pouco da nossa história.

Veja opções de hotéis no centro de Petrópolis.



Domingo

Às 09:30 abre a Casa/Museu de Santos Dumont. Ali pertinho está o Relógio das Flores e o prédio da Universidade Católica de Petrópolis (que na época de Dumont era um hotel). Perto dali está também o Museu de Cera e a Praça 14 Bis, com uma réplica do avião de Santos Dumont.

Marque (com antecedência pelo site) uma visita à Cervejaria Bohemia. Aos sábados e domingos a cervejaria está aberta para visita das 11h às 20h. Vale a pena. Após a visita aproveite para tomar um chopp Bohemia no bar da cervejaria, no mesmo local. Experimente uns petiscos, são gostosos.

Ali pertinho está o Palácio de Cristal, que foi presente do Conde d’Eu para sua esposa, a Princesa Isabel. Não volte. Siga em frente e você verá a Casa do Barão de Mauá.

Palácio de Cristal em Petrópolis RJ, beleza e história na cidade Imperial

Palácio de Cristal em Petrópolis RJ, beleza e história na cidade Imperial


Próxima parada é o Museu Imperial. Após conhecê-lo por dentro, perca um tempo conhecendo-o por fora. Caminhe pela área externa do museu e pelo seu agradável jardim em silêncio. Se der sorte pode avistar alguns pássaros, esquilos, micos e outros animaizinhos.

Museu Imperial de Petrópolis

Museu Imperial de Petrópolis


Após a visita ao Museu, continue na mesma rua e chegue à Av. Ipiranga, onde você encontra a Igreja Luterana e a Casa dos 7 Erros (ou Casa da Ipiranga. Ou ainda, Mansão Tavares Guerra), que tem uma história curiosa. Ao lado da casa, no mesmo terreno há um bom restaurante.

Casa dos Sete Erros na Av. Ipiranga, Petrópolis

Casa dos Sete Erros na Av. Ipiranga, Petrópolis


Na mesma rua fica a casa de Rui Barbosa, que não é aberta à visitação.

Se sobrar disposição e o tempo estiver bom, logo em frente está o Parque Natural de Petrópolis com uma bonita área verde e algumas trilhas muito leves e agradáveis.

Parque Natural Municipal de Petrópolis

Parque Natural Municipal de Petrópolis


Na saída da cidade passe pelo Quitandinha e pare para umas fotos do Palácio, que agora pertence ao SESC. No caminho para lá, se tiver interesse, há ainda os Chocolates Patrone e a Casa do Colono Alemão, que era casa da tradicional família Kaiser. Casa simples mantida intacta e transformada em um pequeno museu. Ao lado do Palácio Quitandinha há uma excelente churrascaria, a Lago Sul. Pode ser também opção para seu almoço. Mas é comum ter fila. Ali você ainda pode andar de pedalinho pelo lago em frente ao Quitandinha ou dar umas voltas a cavalo ou pônei também em frente.

Antigo hotel Quitandinha, Petrópolis

Antigo hotel Quitandinha, Petrópolis


Pronto, você já pode dizer que conheceu um pouquinho de Petrópolis e da história do Brasil.

Esse roteirinho pode ser alterado de acordo com sua preferência pois os locais ficam relativamente próximos uns dos outros. Mas, claro, prepare-se para andar um pouco. ;)

Você pode ver todo o centro da cidade e arredores através do Google Street View. No mapa do Google você consegue ver os prédios mais importantes em 3D. No exemplo abaixo está o Museu Imperial e logo atrás dele, o prédio dos Correios.

Museu Imperial e o prédio dos Correios em 3D no Google Earth

Museu Imperial e o prédio dos Correios em 3D no Google Earth




Veja a localização dos pontos turísticos que mencionamos acima.

Para saber mais sobre Petrópolis, RJ.


VejaPontos turísticos no Centro de Petrópolis – RJ em um mapa maior

Volte sempre! Petrópolis agradece sua visita. ;)

Pórtico de entrada/saída de Petrópolis no Quitandinha

Pórtico de entrada/saída de Petrópolis no Quitandinha



Gostou do artigo? Dê um “curtir” e compartilhe com seus amigos!


Siga-nos no Twitter: @viagensandancas (www.twitter.com/viagensandancas)
Curta o Viagens & Andanças no Facebook: www.facebook.com/viagenseandancas

    Receba nossas atualizações por e-mail:



Sugestão de leitura:

22 Responses to Roteiro em Petrópolis, a cidade Imperial. História e compras em um fim de semana na serra

  1. Joyce disse:

    Ola Camila,

    Gostaria de saber como é o Natal Imperial? Não consigo achar muita coisa na net.

    Obrigada

    • Camila Guerra disse:

      Olá, Joyce!
      A cidade costuma ficar bonita com a iluminação especial e há também alguns eventos culturais como apresentação de corais, dança, contação de história etc., envolvendo pontos turísticos como o Palácio de Cristal, a Praça da Liberdade, o Museu Imperial. No entanto, nada elaborado como em Gramado, por exemplo. No fim do ano eles divulgam a programação.
      []’s

  2. cristina disse:

    Oi Camila,

    Tudo bem, adorei suas dicas. Estou pensando em viajar para Petrópolis no período do carnaval do próximo ano.É um bom período para conhecer a cidade? Você poderia dar dicas de hoteis. Qual a duração da viagem entre o Rio e Petrópolis?

    • Camila Guerra disse:

      Olá, Cristina!
      Não é sempre que há Carnaval de rua aqui. Em 2016, por exemplo, não houve pois o prefeito declarou que usaria a grana do Carnaval para investir na área saúde do município. Para 2017 ainda não sabemos. Normalmente, Petróplis recebe bastante gente e se for mesmo sua intenção vir nessa época, aconselho fazer reservas com antecedência.
      Sobre hotéis, depende muito do tamanho do seu orçamento e do seu foco com a viagem. Alguns outros fatores ajudam a escolher melhor o hotel: você vem de carro ou vai precisar usar transporte coletivo? Quer “bagunça” ou tranquilidade? Pretende conhecer os pontos turísticos culturais ou vem em busca de contato com a natureza, caminhadas e afins? Esses são fatores que você precisa considerar na hora de escolher o hotel.
      Deixo aqui um post meu com algumas dicas de hotéis no centro da cidade: http://www.viagenseandancas.com.br/2013/03/onde-se-hospedar-no-centro-de-petropolis Você também pode dar uma olhadinha no booking pra ver o que se aproxima mais do que você tem em mente: http://bit.ly/232kMOP. Se tiver dúvidas sobre a localização dos hotéis, poste sua pergunta aqui que eu te ajudo.
      A viagem entre Rio e Petrópolis não é longa, mas dependendo do dia você pode pegar engarrafamento ou obras na pista. No geral, reserve duas horas. No entanto, tenha em mente que atualmente estão fazendo as obras de duplicação da rodovia e isso pode atrasar sua viagem. Antes de vir, veja se há algum aviso de parada no site da concessionária: http://www.concer.com.br Eles costumam postar sobre as interdições na pista.
      []’s

  3. Viviane disse:

    Adorei as dicas!! Vou para Petrópolis em junho e quero conhecer todos esses lugares que vocês falaram. Parabéns pelo blog.

  4. Flávia disse:

    Parabéns pelo roteiro, gostei muito, ja fui varias vezes em Petropolis, mais sempre tem um local a mais para visitar e rever.

  5. Davi Santos disse:

    Excelente Roteiro para passar um fim de semana com a namorada, namorado, amigos, famílias e etc, eu já estive aí em petropolis e é sensacional, me encantem com este lugar…..

    Show De Bola !

  6. Aparecida Arruda disse:

    Oi, Camila!
    Pretendemos eu e uma amiga passar uma semana em Petrópolis na segunda quinzena de maio. Gostaria de saber sobre o clima no mês de maio e se do aeroporto tem ônibus para Petrópolis. Obrigada! :)

    • Camila Guerra disse:

      Olá, Aparecida!
      Que legal!
      Maio é um mês normalmente bem frio na cidade, prepare os casacos. Dê uma lida no meu post sobre o clima por aqui: http://www.viagenseandancas.com.br/2015/06/como-e-o-clima-em-petropolis-rj
      Sobre transporte do aeroporto, não há direto para cá. Se vier pelo Galeão, terá que pegar um ônibus ou taxi até uma das rodoviárias e de lá seguir para Petrópolis. O Santos Dumont fica relativamente perto da rodoviária do Castelo, mas também vai precisar de um taxi e é o que costumo recomendar. Com boa vontade até dá para ir caminhando, mas depende da disposição e da quantidade de malas, além de considerar o perigo também…
      []’s

  7. Tatiana disse:

    Camila, vou dar uma passada em Petrópolis em fevereiro, mas só tenho 1 dia. Chego pela manhã e retorno no fim da tarde. As prioridades são Museu Imperial, Bohemia e Casa de Santos Dumont. Se desse tempo, gostaria de visitar a Catedral, mas vai depender. Depois queria dar uma passada na rua Teresa. Você acha que dá tempo de fazer tudo isso em 1 dia? Você recomenda algumas lojas pra eu não perder muito tempo lá? Obrigada.

    • Camila Guerra disse:

      Olá, Tatiana!
      Dá tempo sim, mas tudo vai depender do tempo que você gastar em cada lugar. Meu conselho é que visite o Museu primeiro, depois vá caminhando até a Catedral, dê uma espiadinha, atravesse a Av. Koeller, passe pela Pça da Liberdade e vá para a Casa de Santos Dumont, que é uma visita bem rapidinha. Nesse trajeto já terá bastante coisa pra ver/fotografar. De lá vá para a Bohemia e só então, com o tempo que sobrar, pense na Rua Teresa.
      Não posso te recomendar nenhuma loja específica. A Rua é lotada de lojas seguidas, coladas umas às outras e há de tudo, desde roupas dos mais variados tipos e preços a sapatos e bijouterias. Subindo a Rua você vai entender a dificuldade em indicar uma ou duas lojas lá. :)
      []’s

  8. Iris disse:

    Oi Camila!

    Eu moro no Piauí e estou indo ao Rio com meu esposo e gostaríamos de ir no domingo a Petrópolis e retornar ao Rio no mesmo dia. O que vc acha? dá pra conhecer num dia? O que vc aconselha como roteiro de um dia, algo que não fique muito cansativo. Vc tem alguma sugestão de transporte Rio-Petrópolis e Petrópolis-Rio?

    • Camila Guerra disse:

      Olá, Iris!
      Vou te dar umas sugestões, mas tudo vai depender da hora que você vai chegar e ir embora de Petrópolis. Fica corrido, mas o centro com os principais pontos turísticos dá para conhecer em um dia sim.
      Sugiro começar pela Catedral de São Pedro de Alcântara. Depois atravesse a rua e pegue a Av. Koeller. No início dela, na esquina à direita fica a Casa da Princesa Isabel (não é aberta a visitação). Caminhe um pouco pela Koeller, que tem belas construções, e à esquerda você verá o Palácio Rio Negro, uma bonita construção amarela (infelizmente não abre aos domingos), costumeira casa de veraneio de vários presidentes brasileiros. No fim dessa avenida está a Praça da Liberdade. Bem pertinho da praça estão a Casa de Santos Dumont, o Museu de Cera e o Relógio de Flores da Universidade Católica de Petrópolis, além de alguns bons restaurantes e você pode aproveitar para almoçar por ali. Depois atravesse a Av. Roberto Silveira e visite o Museu da Cervejaria Bohemia. No fim da rua da Bohemia está o Palácio de Cristal e, do outro lado da rua, a Casa do Barão de Mauá (que também não é aberta a visitação).
      Depois disso, visite o Museu Imperial (que funciona das 11h às 18h. Em frente ao museu está a “Praça da Águia”.
      No transporte de ida e volta do Rio você já vai perder um bom tempo. Portanto, é bom sempre ficar de olho na hora. Desses locais todos, as visitas mais demoradas costumam ser no museu e na Bohemia.
      Sobre transporte, há ônibus da rodoviária Novo Rio até a rodoviária de Petrópolis, que fica no bairro Bingen. De lá você tem que pegar outro ônibus ou um taxi até o centro. Eu sei que há agências no Rio que vendem pacotes de um dia, mas não conheço nenhuma para te indicar…
      []’s

  9. Matheus disse:

    Olá Camila, boa noite!
    Gostaria de saber quais são as melhores opções para curtir a noite em Petrópolis (ex: bares, boates, restaurantes…)?
    Ps: Adorei o artigo e foi ótimo para esclarecer dúvidas!!! ;)
    Um abraço.

    • Camila Guerra disse:

      Oi, Matheus! Obrigada!
      Fico feliz que o artigo tenha sido útil pra você. Qualquer dúvida é só perguntar.
      Olha, não sou muito da noite e vou poder te ajudar pouco nessa área. Mas a vida noturna de Petrópolis acontece mais em Itaipava e no Valparaíso, que são bairros onde há mais bares e restaurantes, inclusive com música ao vivo. Valparaíso fica pertinho do centro. Já Itaipava fica mais longe.
      Há bons restaurantes no centro também. Talvez um dos mais agitados atualmente no centro seja a Petiscaria Imperial.
      No Valparaíso acho que os mais agitados são o Armazém 646 e o Hurricane. Não há boates lá.
      Já em Itaipava, tem vários bares, restaurantes e boates…
      []’s

  10. ramire disse:

    Olá, gostaria de saber a média de custo da viagem toda, beijooos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Scroll to top